Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/11/2013 16:07

Empreededor de primeira viagem: o que fazer para o seu negócio dar certo?

Por Orlando Oda

Impulsionado por noticiários, partidos políticos e sindicatos que vendem a ideia que o empresário ganha muito e fica rico, muitos brasileiros sonham em ter um negócio próprio. Certamente as pessoas que falam estas coisas nunca foram empresários. Vendem-se idéias de facilidade e de muito lucro para aumentar a tributação, a contribuição, fazer de conta que está do lado dos pobres e principalmente para conquistar votos.

Iludidos pela idéia de enriquecimento fácil e rápido muitas pessoas aventuram-se pelo caminho do empreendedorismo. Por isso, há o nascimento de tantas empresas e a alta taxa de mortalidade: cerca de 25% delas fecham antes de completar dois anos de vida. Mas por que tantos empreendedores fracassam?

Esqueceram de avisar que para ganhar dinheiro, ter sucesso na vida, fazer uma empresa sobreviver e crescer precisa trabalhar muito no início, no mínimo de 12 a 15 horas por dia, sem feriadão e finais de semana. Não tem mais salário garantido no final do mês, hora extra, nem 13º salário. Acordar cedo e dormir tarde faz parte da rotina diária do empreendedor, assim como pagar muitos impostos, aluguel, água, luz, telefone, etc.

Este artigo é para pessoas que iniciaram ou querem iniciar um negócio sem capital para montar uma empresa estruturada. Faz parte da vida do empreendedor iniciante fazer tudo. O que um executivo de grande empresa sente muita falta quando inicia uma carreira solo é não ter mais os botões para apertar para trocar uma lâmpada queimada e ter que sair na rua para comprar folha de sulfite.

Já fiz pintura, instalação elétrica, cabeamento. Trocar lâmpada queimada, carregar a mesa, consertar tomada elétrica. Não limpei banheiro, mas já tive que desentupir. Será que basta só esforçar, estar disposto a fazer qualquer coisa, trabalhar 24 horas por dia para sobreviver e crescer?

Segundo Konosuke Matsushita, fundador da Panasonic, “uma empresa que só pensa em lucros próprios, não se responsabilizando pelo bem estar da comunidade, pode prejudicar muito a sociedade e não terá progresso. A empresa é da sociedade, da comunidade que pertence. Se a sociedade perceber que numa empresa não existe vontade de servir ao público, certamente ela acabará falindo”.

Para entender esta afirmativa vamos tomar como exemplo inúmeras barracas que vendem tudo quanto é coisa nas ruas e avenidas de São Paulo. Apesar da grande quantidade de barracas, conheço pouquíssimos cases de sucesso destes empreendedores. Imagino que eles também querem progredir, crescer, ter a sua loja própria. Por que será que não conseguem sair da calçada e se estabelecer como um lojista?

Já ouvi explicações do tipo: se estabelecer como loja tem que pagar aluguel, imposto, por isso é melhor continuar assim. Para ficar rico precisa ter uma mente rica que atrai o dinheiro. Pessoas que pensam em não pagar impostos ou pagar pouco imposto possuem mente pobre e mesquinha que não atraem o dinheiro. Para ficar rico por caminhos normais da vida precisa desejar pagar muito imposto. É só questão de escolher: prefere pagar pouco imposto e continuar pobre ou pagar muito imposto e ser rico?

Na rua por onde ando tem uma barraca que ocupa mais da metade da largura da calçada. As pessoas que circulam por lá não tem espaço para passar e são obrigadas a andar na rua no meio dos carros. Nota-se a total indiferença do proprietário com as pessoas. Só está interessado em vender e ganhar dinheiro.

Este exemplo mostra o que falta aos 25% dos empreendedores que fecham o negócio antes de completar os dois anos. Falta a base fundamental que sustenta um empreendimento, como afirma Matsushita: “uma empresa que só pensa em lucros próprios, não se responsabilizando pelo bem estar da comunidade, não terá progresso”.

Existem empresas com bons propósitos que não dão certo? Sim, é possível. Matsushita afirma também que “se a comunidade perceber que numa empresa não existe vontade de servir ao público, certamente ela acabará falindo”. As pessoas precisam notar que a empresa tem vontade de ser útil, prestar um bom serviço, ter um bom produto.

Desta forma, o empreendedor além da disposição de trabalhar muito, propósito de servir, ser útil, precisa ter conhecimento de marketing digital, propaganda, vendas, etc. O marketing e a propaganda “não é para vender”, mas para levar uma mensagem, uma atração que faz com que as pessoas percebam que a empresa tem o propósito servir as pessoas.

Se você é do tipo que não presta atenção nas pessoas, não está nem aí para os outros, do tipo que nunca liga a seta do seu veículo antes de virar para a direita ou para a esquerda, nunca apaga a luz quando sai do escritório, é bom mudar de postura antes de tentar um empreendimento. Com certeza falta a característica fundamental para ser um empreendedor de sucesso: servir, ser prestativo, ser útil às pessoas. E aí, você está pronto para ter um empreendimento bem sucedido?

Orlando Oda é administrador de empresas, mestrado em administração financeira pela FGV e presidente do Grupo AfixCode.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)