Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/02/2007 18:58

Empossada nova administração do Tribunal de Justiça

TJ/GO
Dr. Ildeu exerceu a função de juiz de Direito em CassilândiadivulgaçãoDr. Ildeu exerceu a função de juiz de Direito em Cassilândiadivulgação

Terminou há pouco, a cerimônia de posse dos Des. João Carlos Brandes Garcia, Ildeu de Souza Campos e Divoncir Schreiner Maran, que assumem respectivamente a presidência, a vice-presidência e a corregedoria-geral do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Três plenários ficaram lotados de parentes, amigos e autoridades que acompanharam a solenidade.

Ao deixar o mais alto cargo do Poder Judiciário estadual, o Des. Claudionor Miguel Abss Duarte garantiu que os últimos dois anos foram repletos de ânsias, angústias e esperanças, entretanto, de muitas realizações. “No tempo que nos foi concedido, nos empenhamos pelo incremento orçamentário para viabilizar a concretização de projetos e custeio da máquina, debruçando-se sobre a implantação de política de contenção de gastos e despesas que propiciassem um gerenciamento mais profissional do Poder. Olhamos para trás com orgulho e para frente com coragem para mudar. Mesmo que a situação parecesse sólida”, disse ele.

Com um discurso claro, o Des. Claudionor fez um balanço de sua gestão; apontou lutas e vitórias e despediu-se da administração. “Da minha parte, tomo por empréstimo a palavras do apóstolo Paulo: Combati o bom combate, completei a minha corrida, guardei a minha fé. O Senhor me assistiu e me deu forças. Reinicio, agora, na vida pública, uma nova etapa no Judiciário e volto, na particular, para meus sonhos, meus campos do pantanal, pisar na areia dos corixos, vislumbrar o Rio Paraguai, seguir o trem e as estações que se seguem na vida; caminhar e desfrutar o inigualável amanhecer de Campo Grande e estar junto com minha família - alegria e o equilíbrio da minha existência”.

Saudação – A responsabilidade de recepcionar os membros da nova administração do TJMS coube a desembargadora Marilza Lúcia Fortes, que com palavras precisas apontou as qualidades dos que deixam os cargos e ressaltou a responsabilidade dos que entram. “A ordem regimental determina-me a missão de saudar os membros da diretoria que hoje se despede e aos que assumem a direção dos destinos do Poder Judiciário estadual. Incumbência honrosa, mas de difícil realização, pois os que deixam a administração dessa Corte formaram uma triarquia com seriedade, honradez, que soube dignificar e engrandecer o nosso MS, construindo e reformando fóruns; enfrentando e vencendo as dificuldades com a criação Conselho Nacional de Justiça; atendendo dentro do possível e, quiçá impossível, os anseios da população, de um judiciário próximo a si como também mais ágil”.

“Sabemos que o Poder Judiciário, como o Legislativo e o Executivo”, complementou a desembargadora, “é um poder independente e, como tal, deve agir impondo-se com firmeza, dignidade, agilidade e dando aos seus membros sossego e tranqüilidade constituindo um poder coletivo com segurança individual. Por isso, srs. presidente, vice-presidente e corregedor, tenham Vossas Excelências a certeza que os membros desta corte estão solidários e empenhados em fazer da sua administração a mais firme, rica e perfeita, uma vez que vossas excelências estão preparados para desempenharem o mister de conduzir, com determinação, coragem, altivez, modéstia e espírito público esta casa de justiça”.

O novo presidente, Des. João Carlos Brandes Garcia afirmou que a presidência do Tribunal de Justiça é um cargo de grande honraria, mas de muitas responsabilidades. “Não obstante nossas limitações naturais, com ajuda de Deus, cuidaremos para que o Poder Judiciário cumpra a contento sua missão constitucional e também para honrar as administrações de nossos antecessores, que sempre com operosidade e correção mantiveram preservadas as tradições deste Tribunal. Quem acompanha a trajetória desta Corte, desde a divisão histórica do Estado, sabe muito bem que a cada administração, novas metas são traçadas e alcançadas, tudo com o propósito de construirmos um Poder Judiciário forte, eficiente, ágil e respeitado”.

Visivelmente emocionado, o Des. Brandes lembrou que os juízes precisam ter sempre presente a noção de que, como operadores do direito, têm a responsabilidade social de não só dar soluções jurídicas, justas, adequadas aos pleitos judiciais, mas também de cuidar para que isso ocorra no menor tempo possível.

“Convoco, pois, magistrados e serventuários, para que fiquem atentos a essa problemática. Vejo, com preocupação, que a cada dia que passa, mais e mais a sociedade precisa e exige de nós essa postura. Não entendem das razões que temos para explicar a demora. Interessa-lhes, e não podemos censurá-los por isso, resultados rápidos, como disse, contemporâneo com o tempo em que vivemos, para que possam, afinal, com saúde mental, emocional e física, usufruir dos benefícios que a sentença lhes há de proporcionar. Nunca é demais lembrar o grande Ruy, sempre atual:...justiça atrasada não é justiça, senão injustiça qualificada e manifesta. Agradeço àqueles que nos honraram com suas presenças, emprestando especial brilho a esta solenidade. Agradeço ainda, sensibilizado, em nome desta nova administração, as saudações que nos foram endereçadas pelos oradores que nos saudaram. Muito obrigado”.

Entre os presentes na solenidade de posse estavam o governador André Puccinelli; o prefeito da Capital Nelson Trad Filho; o presidente da Assembléia Legislativa Jerson Domingos; o presidente da OAB/MS, Fábio Trad; o procurador Rafael Coldebelli Francisco; o presidente do TCE Cícero de Souza; a defensora pública-geral de MS Darci Terra; a procuradora Irmã Anzoategui; o presidente da Câmara da Capital Edil Albuquerque; o superintendente da Polícia Federal Mário Santos; o presidente da Amamsul Luiz Antonio Cavassa de Almeida; os deputados Pedro Teruel e Dione Hashioka; os reitores José Marinone, Manoel Peró, Leopoldo Samway; o secretário estadual Carlos Marum, o desembargador aposentado Nildo de Carvalho, juízes da Capital e do interior.

Autoria do texto:

Secretaria de Comunicação Socia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)