Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/11/2008 19:16

Emancipação de Paraíso das Águas está mais próxima

Jefferson da Luz/Campo Grande News

O primeiro passo para a criação do município de Paraíso das águas foi dado hoje na Câmara dos Deputados. A Comissão Espacial da Criação de Novos Municípios aprovou hoje a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que amplia o prazo para emancipação. A redação anterior definia até 31 de dezembro de 2000 o prazo para as localidades serem beneficiadas.

Agora, a proposta precisa ser aprovada no plenário da Câmara e depois pelo Senado Federal. Segundo o deputado federal Manoel Junior (PSB/PB), há um acordo para aprovar a PEC até o final do ano na Câmara, quanto ao Senado, a expectativa também é de uma tramitação bastante rápida.

"A redação do parágrafo põem fim a um lapso temporal na legislação que impediria a instalação do município em Mato Grosso do Sul e outros três em Santa Catarina e Paraná", afirmou Manoel Junior.

O deputado ainda explica que os municípios poderão ser instalados até janeiro de 2013, desde que a publicação da lei de criação do novo município tenha sido feita até a data da publicação da Emenda Constitucional, atendidos os requisitos estabelecidos na legislação do respectivo Estado à época de sua criação. O prazo de cinco anos é porque somente vai haver eleições em 2012, com a posse dos prefeitos em janeiro de 2013.

História – Em setembro de 2003, a Assembléia Legislativa aprovou a criação do município de Paraíso das Águas, logo depois a lei foi sancionada pelo governador da época, Zeca do PT. Porém em julho de 2004 uma decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul entendeu que a lei que criou Paraíso das Águas era inconstitucional.

Na época o Tribunal atendeu uma ação movida pelo município de Água Clara, um dos que perderia território, que alegou que a criação de novos municípios só poderia ser feita após a aprovação de lei complementar federal especifica para este fim.

Além disso, o TJ também argumentou que não foi feita nenhuma consulta popular na qual a população estivesse pedindo o desmembramento do território de Água Clara.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)