Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

27/06/2005 13:03

Em nota, Correios negam suspeitas de fraudes

Priscilla Mazenotti / ABr

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) divulgou nota, neste domingo (26), em resposta às recentes denúncias de fraude em contratos e licitações na estatal.

No caso do contrato entre Correios e o Bradesco para atuar no Banco Postal – espécie de correspondente bancário – a nota afirma que o banco foi selecionado por meio de processo seletivo público. Em seu depoimento à CPI dos Correios na semana passada, o ex-funcionário da estatal, Maurício Marinho, questionou os contratos entre as duas empresas.

Com relação à SkyMaster, empresa de transporte aéreo, a nota explica que a empresa passou a operar linhas da Rede Postal Aérea Noturna a partir de junho de 2001. Entre junho de 2001 e abril de 2005, "houve aumentos e reduções, mais ou menos significativos nos valores contratados, em função do número e do tipo de linhas operadas", diz o comunicado. Em seu depoimento à Comissão de Ética da Câmara, o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) disse que havia um superfaturamento de até 300% nos contratos do serviço.

O comunicado dos Correios diz ainda que o último contrato firmado com agências de publicidade "foi a licitação mais concorrida de que se tem registro nessa área" e que o sistema de patrocínio dos Correios teve seu processo reformulado em 2003, quando foi instalada a seleção pública de projetos pela Internet. Maurício Marinho, em seu depoimento na semana passada, pediu para a CPI verificar a destinação de recursos de patrocínio feitas pelo Departamento de Marketing dos Correios. Segundo ele, os contratos seriam aprovados pela Secretaria de Comunicação do Governo. No último dia 22, a Secom divulgou nota em que afirma que os órgãos são responsáveis pela execução e acompanhamento dos contratos de publicidade.

A estatal afirma que a empresa Novadata, entre 2003 e 2005, venceu apenas três licitações. Com relação ao consórcio Alpha – Novadata e Positivo para a aquisição de kits para o Banco Postal, a ECT afirma que o contrato teve quatro aditivos em função de ajustes de especificações. No depoimento, Marinho questionou quantos kits foram adquiridos, onde estão e como foram feitos contrato.

A nota diz ainda que a licitação para o Correio Híbrido Postal foi vencida pelo consórcio BR Postal, composto por nove empresas, sendo seis nacionais; e que os contratos para a aquisição de cofres foram vencidos por três empresas, uma delas a Comam – Comércio Alvorada de Manufaturados, do empresário Arthur Washeck Neto, responsável pela gravação da fita que deu início às investigações sobre corrupção na estatal. A empresa diz que que a Comam foi multada em R$ 997,2 mil por ressalvas nas inspeções de amostras, recusa de lotes e atrasos na entrega.

De acordo com a nota, "os contratos firmados pelos Correios são regularmente verificados por auditorias internas e externas". O comunicado informa que a empresa "agirá firmemente em todas as instâncias legais em busca do reparo à lesão do seu patrimônio moral e material".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)