Cassilândia, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

Últimas Notícias

02/08/2017 09:00

Em MS, quase 7 milhões de toneladas de milho ainda não foram vendidas

Campo Grande News

O ritmo de comercialização de milho, colhido em Mato Grosso do Sul, segue lento. De acordo com o último relatório da Granos Corretora, foram vendidos 29,96% do grão desta safra, cuja produção está estimada em 9,72 milhões de toneladas. Isso significa que 6,81 milhões de toneladas não foram comercializados.

De acordo com o acompanhamento da Granos, os produtores de Mato Grosso do Sul colheram 43,31% da área total com milho (1,67 milhão de hectares). São aproximadamente 4,21 milhões de toneladas do grão já colhidos. No ano passado, na mesma época, a parcela colhida foi de 48,77% da produção.

Além da colheita estar em ritmo aquém da safra anterior, as vendas também estão mais devagar, devido aos preços menores. Em igual período do ano passado, a comercialização correspondia a 60,55% do volume produzido. Ou seja, a parcela desta safra é menos da metade do percentual do ciclo anterior.

As vendas menores resultam da queda dos preços. Na semana passada, o operador da Granos, Jorge Filho, mencionou venda do ano passado (dia 27 de julho), em que a saca foi comercializada, na região de Dourados, por R$ 40. Atualmente, está entre R$ 16 e R$ 17. A retração é de 60%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 19 de Janeiro de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 18 de Janeiro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)