Cassilândia, Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Últimas Notícias

08/02/2020 09:30

Em MS, pelo menos 32 aposentados perderam revisão de benefício

Campo Grande News

 

Decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de considerar a desaposentação ilegal atingiu diretamente pelo menos 32 pessoas que haviam acionado a Justiça em Mato Grosso do Sul. A desaposentação era a possibilidade do contribuinte pedir revisão do benefícios por ter voltado a trabalhar e a contribuir para a Previdência Social.

De acordo com o Tribunal Regional Federal da 3ª Região, são 29 casos de competência comum e três no Juizado Especial Federal, ambos em 1º grau.

O STF entende que a reaposentação também não está prevista em lei e não pode ser concedida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), órgão responsável pelo pagamento dos benefícios. Na decisão, a Corte também informou que quem obteve liminar judicial antes do resultado do julgamento e recebeu novo benefício não terá que devolver o dinheiro.

A novidade foi o reconhecimento da impossibilidade da reaposentação, medida na qual o cidadão contribuiria após se aposentar e solicitaria uma nova aposentadoria, descartando o tempo de serviço e os salários que foram usados para calcular o primeiro benefício. Dessa forma, todo o período de trabalhado seria avaliado para recálculo da nova aposentadoria. Em outubro de 2016, por 7 votos a 4, os ministros consideraram a desaposentação inconstitucional por não estar prevista na legislação.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
Sexta, 28 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Quinta, 27 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Quarta, 26 de Fevereiro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)