Cassilândia, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

Últimas Notícias

22/12/2017 06:20

Em MS, número de negros analfabetos é 91% maior que o de brancos

Campo Grande News

Negra: essa é a cor do analfabetismo em Mato Grosso do Sul. O número de negros que não sabem ler e escrever é praticamente o dobro da quantidade de brancos na mesma condição. A diferença é de 91%. Do total de analfabetos no Estado, 65% são negros.

Os dados integram a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada nesta quinta-feira (21) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Conforme o estudo, havia, em 2016, 2,072 milhões de sul-mato-grossenses com 14 anos ou mais. Dessa parcela populacional, 168.601 (ou 8,13%) não tinham nenhuma instrução.

Do total de analfabetos de Mato Grosso do Sul, 109.586 (65%) eram pretos ou pardos (nos termos do IBGE) e 57.323 (34%), brancos. Com essa diferença, a quantidade de negros analfabetos era, em Mato Grosso do Sul, 91% superior a de brancos em igual situação.

Os negros também têm menos tempo em instituições de ensino que os brancos. Dos 831.711 sul-mato-grossenses com 11 anos ou mais de estudo, 41.867 são brancos e 396.576, pretos ou pardos.

A desigualdade é mais acentuada em se tratando de pessoas com Ensino Superior. De acordo com o IBGE, 245.248 sul-mato-grossenses têm alguma faculdade. Desse total, 145.674 são brancos e 91.862 são negros. O número de brancos com curso superior é 58% maior que o de pretos ou pardos.

Sexo – Homens e mulheres vivenciam situação paradoxal: elas representam maior número de pessoas sem instrução, mas também são as que têm mais tempo de estudo e algum curso superior.

Em 2016, do total de sul-mato-grossenses sem nenhuma instrução, 81.605 eram homens e 86.996, mulheres. Por outro lado, das pessoas com mais tempo de estudo (11 anos ou mais) no ano passado, 466.494 eram mulheres e 365.217, homens.

Elas também representam parcela maior que eles entre os sul-mato-grossenses que concluíram alguma faculdade. São 148.263 mulheres com curso superior e 96.986 homens com mesmo nível de escolaridade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 16 de Janeiro de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)