Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/10/2011 04:00

Em MS mais de 2 mil bacharéis em Direito fazem Exame de Ordem neste domingo

OAB

Em Mato Grosso do Sul 2.163 candidatos participarão da primeira etapa do V Exame de Ordem Unificado que acontece neste domingo, 30 de outubro às 14h (horário oficial de Brasília/DF).
Em Campo Grande mais da metade dos inscritos (1537) farão a prova que contém 80 questões, na Universidade Anhanguera Uniderp, bloco 6 e 7.
No interior do Estado, em Dourados 412 candidatos farão provas no Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) Bloco 1, e em Três Lagoas 214 bacharéis realização o Exame no Sesi – Serviço Social da Industria.
Os locais destinados ao Exame podem ser consultados utilizando o CPF através do site www.oabms.org.br na sessão “Exame de Ordem”.
Os aprovados farão a segunda fase da prova no dia 4 de dezembro, das 14h às 19h (horário oficial de Brasília/DF).
Nesta quinta e sexta-feira (27 e 28/10) o Coordenador Nacional do V Exame Unificado da OAB e presidente da Seccional Mato Grosso do Sul, Leonardo Duarte – esteve no Rio de Janeiro participando da elaboração da prova que será aplicada no domingo (30/10), junto a Comissão Nacional do Exame de Ordem, veja na íntegra o Artigo escrito pelo presidente da OAB-MS, que retrata a importância da constitucionalidade do Exame da OAB.

A mensagem do coordenador nacional

Mais do que desejar boa sorte na prova de domingo (30/10) a todos os candidatos do V Exame Unificado da OAB e manifestar o meu desejo pessoal de vê-los inscritos nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil, apresento algumas considerações após a decisão do STF, que julgou constitucional o Exame da OAB.
Além de presidir a Seccional de Mato Grosso do Sul da OAB e integrar a Comissão Nacional do Exame de Ordem, fui designado pelo nosso presidente, Ophir Cavalcante, para coordenar o V Exame Unificado da OAB.
Sou professor universitário e sei o quanto aflige aos candidatos o Exame de Ordem. Neste sentido, peço que cada candidato tenha serenidade durante a prova. Nenhuma das perguntas do exame não está inserida no rol previsto no edital, bem como no conteúdo programático mínimo das instituições de ensino superior de Direito.
Pacificada a controvérsia na suprema corte, afirmo com segurança que a Ordem dos Advogados do Brasil permanecerá no diálogo franco, direto e honesto com acadêmicos, professores e instituições de ensino. Mais do que aferir constitucionalidade ao Exame de Ordem, o STF nos deixou o recado de que devemos aprimorá-lo ainda mais, aproximando-nos de sua excelência nuclear.
No início desta gestão da OAB, tanto do Conselho Federal quanto dos Conselhos Seccionais, temos mantido diálogos com instituições de ensino e estudantes e, acertadamente, iniciamos algumas modificações na realização da prova: foi substituída a entidade que confecciona, aplica e corrige a prova; e foram alterados a quantidade e o conteúdo das questões. São passos no rumo de garantir que a prova, realmente, cumpra com seus objetivos.
Outra importante ação, que traz boas perspectivas, foi a criação do “Selo OAB”. O presidente do Conselho Federal da OAB determinou a confecção de uma publicação que reunirá as instituições que oferecem ensino de qualidade aos estudantes de direito. Justo apontar que o Exame da OAB não será utilizado isoladamente para a obtenção da avaliação nesta boa iniciativa.
Reitero que a profissão que vocês escolheram aborda direitos subjetivos (alguns personalíssimos e indisponíveis) de cidadãos que são de extrema relevância. A profissão de advogado tem reflexo na vida de outras pessoas e isto aumenta de forma superlativa as suas responsabilidades.
Antes da decisão do STF, quando me perguntavam sobre a constitucionalidade do Exame da OAB, eu respondia com uma importante pergunta – e, também, com a resposta desta pergunta: “A quem interessa o advogado preparado e qualificado? A toda a sociedade!”
Mais do que constitucional, o Exame da OAB é importante para a sociedade, importante para as partes, fortalece o exercício da advocacia e, o mais relevante, importante para você, futuro advogado.
Mais do que lhe desejar sorte, desejo que, ao final desta jornada, você seja mais um colega apto a defender os direitos dos cidadãos.

Leonardo Avelino Duarte
Coordenador Nacional do V Exame Unificado da OAB

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)