Cassilândia, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

19/09/2018 14:30

Em MS, 9 mil empresas correm risco de exclusão do Simples Nacional

Dívidas com a receita federal e com a Procuradoria-geral da Fazenda Nacional somam R$ 190 milhões

Campo Grande News

Em Mato Grosso do Sul 9 mil empresas correm o risco de serem excluídas do Simples Nacional, regime tributário para micro e pequenas empresas. Isso porque as empresas apresentam dívidas inscritas na Receita Federal e na PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional).

As dívidas são previdenciárias e não previdenciárias, quando incluem dívidas como o PIS/COFINS e imposto de renda. Conforme explicou o delegado da Receita Federal em Campo Grande, Edson Ishikawa, os valores devidos estão inscritos no âmbito administrativo e na dívida ativa, quando estão inscritos na PGFN.

Campo Grande sedia 30% das empresas devedoras, seguida de Dourados, a 233 km da Capital, que tem 2 mil empresas devedoras. Se as dívidas não forem quitadas, as empresas podem perder o benefício do Simples à partir de janeiro de 2019. As companhias, ainda assim, foram comunicadas entre os dias 10 e 12 de setembro.

“Quando está no âmbito da receita significa que está na fase administrativa. Se o contribuinte não pagou aí é encaminhado para a PGFN. A regra-geral para quem entra no Simples é não ter débitos em aberto, para receita ou para a PGFN, quando uma empresa faz a opção pelo Simples sabe que pode ser excluído se tiver débitos em aberto”, comenta o delegado.

O delegado explica que antes da exclusão, as dívidas podem ser regularizadas a vista ou parceladas. Para parcelar, no entanto, é necessário que o contribuinte não tenha realizado parcelamentos em 2018. Em todo o país, foram notificados 716.948 devedores que respondem por dívidas que totalizam R$ 19,5 bilhões.

Simples Nacional – O Simples Nacional é um regime tributário facilitado e simplificado para micro e pequenas empresas. O regime permite o recolhimento de todos os tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 14 de Dezembro de 2018
06:57
Cassilândia
Quinta, 13 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
03:34
Cassilândia
Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)