Cassilândia, Domingo, 31 de Maio de 2020

Últimas Notícias

03/04/2020 16:30

Em meio a movimento “fique em casa”, Senado aprova proibição de despejo

Campo Grande News

O Senado aprovou nesta sexta-feira (3), projeto de lei que proíbe ordens liminares de despejo até o dia 30 de outubro. A medida vai de encontro à orientação mais repetida por autoridades de saúde pública em meio à pandemia do novo coronavírus: “fique em casa”.

A regra vale para ações judicias de despejo ajuizadas a partir do dia 20 de março, data que o governo federal publicou no Diário Oficial da União o reconhecimento do estado de calamidade pública no País.

Pelo texto, só podem ser emitidos mandados de despejo em casos de término de aluguel por temporada, morte de locatário sem sucessor ou necessidade de reparos estruturais urgentes no imóvel, pode haver liminar.

"Esse dispositivo não proíbe o despejo ao final do processo. Ele veda apenas o despejo no início do processo por força de liminar. Essa regra justifica-se porque, nesse momento atual de restrição de circulação de pessoas, fica muito difícil que uma pessoa seja desalojada e consiga outro local para alugar", pontou a senadora Simone Tebet (MDB-MS), relatora da proposta, no parecer.

A parte mais polêmica do projeto, que previa permissão para atrasar os pagamentos dos aluguéis, foi retirada.

A proposta, assinada pelo senador Antonio Anastasia (PSD-BA), inclui outras mudanças nas relações de direito privado como a possibilidade de desistência de compra por delivery, de produto perecível e de medicamento.

O texto ainda tem de passar por análise da Câmara dos Deputados e ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).  

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 31 de Maio de 2020
09:52
Cassilândia
08:52
Cassilândia/Lagoa Santa/São João do Aporé
Sábado, 30 de Maio de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)