Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/10/2005 14:30

Em Eldorado, ministro é cauteloso com origem do foco

Graciliano Rocha, de Eldorado / Campo Grande News

O ministro Roberto Rodrigues (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) evitou fazer comentários sobre a origem da mais nova dor-de-cabeça da sua pasta, o foco de febre aftosa em Mato Grosso do Sul, que provocou o fechamento do mercado de mais de 30 países à carne brasileira.

Durante a vistoria a uma barreira sanitária em Eldorado, o ministro mencionou “fontes externas”, mas disse que a determinação da origem do foco ainda depende de estudos técnicos mais aprofundados

Eldorado, no extremo sul de MS, está a 435 km de Campo Grande e a menos de 40 da fronteira com o Paraguai. Os últimos dois focos de febre aftosa que estouraram no Estado, em Porto Murtinho e Naviraí no final dos anos 90, também envolveram propriedades em zona fronteiriça.

Rodrigues afirmou que entre as possibilidades está a de uma mutação do vírus da febre aftosa do tipo O. Na fazenda Vezozzo, onde foi confirmada a doença em 152 dos 586 animais do rebanho, há comprovação da aplicação da vacina com notas de compras e entrega de frascos usados ao Iagro.

O ministro não se surpreendeu as medidas adotadas pelo governo paraguaio para fechar a fronteira para o gado dos municípios onde o transporte de animais vivos e de produtos como carne e leite foi interditado pelas autoridades sanitárias brasileiras.

“É natural, eles são zona livre”, disse, completando: “OIE (Organização Internacional de Epizootias) garante o certificado do Paraguai”, disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)