Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/04/2006 18:21

Em discussão- Transmissão de cultura regional pela TV

Ana Paula Marra/ABr

Representantes da Frente Parlamentar de Cinema e do setor de audiovisual se reuniram hoje (18) com líderes partidários no Congresso Nacional. O objetivo do encontro era pressionar a aprovação, em regime de urgência, do projeto de lei da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), que atualmente está em tramitação no Senado.

O projeto, apresentado em 1991, obriga as emissoras de rádio e televisão a veicularem semanalmente programas culturais, artísticos e jornalísticos totalmente produzidos nos estados onde estão localizadas.

A matéria foi aprovada na Câmara 12 anos depois de ter sido apresentada, e hoje está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aguardando o parecer do senador César Borges (PFL-BA).

No Senado, representantes do setor de audiovisual querem evitar que a matéria demore para ser aprovada, como ocorreu na Câmara dos Deputados. Para ganhar tempo e tornar possível a aprovação ainda este ano, eles sugerem que o projeto tramite na Casa em regime de urgência, indo direto ao plenário.

"O projeto permite a ampliação do mercado de trabalho, democratiza e fortalece a diversidade cultural, além disso, fica garantida a nacionalização e regionalizaçao das rádios", disse a deputada

Segundo a matéria aprovada na Câmara, o número de horas para a exibição de programas regionais varia de acordo com o número de domicílios atendidos por uma determinada emissora. Para lugares onde há mais de 1,5 milhão de domicílios com aparelhos de TV, a emissora terá que veicular programação regional de 22 horas semanais. Em regiões que tenham entre 500 mil e 1,5 milhão de aparelhos, a emissora será obrigada a veicular 17 horas; nas regiões com menos de 500 mil domicílios, serão 10 horas de programação.

De acordo com a matéria aprovada na Câmara, o número de horas para a exibição de programas regionais vai variar de acordo com o número de domicílios atendidos por uma determinada emissora. Para lugares com mais de 1,5 milhão de domicílios com aparelhos de TV, a emissora terá de veicular programação regional por 22 horas semanais. Regiões entre 500 mil e 1,5 milhão de aparelhos, a emissora será obrigada a veicular 17 horas, e, nas regiões com menos de 500 mil domicílios, 10 horas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)