Cassilândia, Quarta-feira, 17 de Julho de 2019

Últimas Notícias

17/01/2019 14:00

Em crise, maioria das cidades com tradição no Carnaval cancela festas

Campo Grande News

Seguindo o exemplo de Jardim e Bonito, várias cidades do estado estão cancelando o Carnaval esse ano para investir o dinheiro em outras áreas. Dentre aquelas mais populares é somente em Corumbá que a festa está garantida.

Conhecidas pelas festas de Carnaval proporcionadas pela prefeitura, as cidades de Chapadão do Sul, Anaurilândia e Paranaíba estarão de fora do calendário da folia nesse ano. Segundo a administração desses locais, a verba que seria destinada para as festas será investida em outras áreas que estão precisando de atenção.

O prefeito de Anaurilândia - cidade a 371 km de Campo Grande –, Edinho Takazono (MDB), explica que já faz dois anos que a cidade não conta com a festa da prefeitura, e isso se deve pela “falta de tradição no Carnaval”, segundo ele. Não chegou a se fazer um orçamento para saber quanto que custaria para a prefeitura para realizar o evento, mas o administrador garantiu que o dinheiro será investido em “geração de emprego e renda”.

Em Chapadão do Sul – a 321 km da Capital – a diretora de eventos da secretaria de cultura e esporte, Joeli Sá, também informou que nos anos de 2017 e 2018 também não houve festa promovida pela prefeitura no Carnaval. “Esse dinheiro será destinado para as obras que já foram iniciadas e precisam ser concluídas”, explica.

Já em Paranaíba a questão é um pouco mais delicada. Por causa de um impasse relacionado à construção do aterro sanitário da cidade, a prefeitura está proibida judicialmente de realizar qualquer promoção.

Como há a necessidade de construir um novo aterro e, desde o ano passado, todo o lixo da cidade está sendo levado para outra cidade, a prefeitura entrou em uma crise financeira e, sem receber os repasses, não consegue promover a festa.

Tudo certo em Corumbá - Somente em Corumbá que o Carnaval já está garantido. Ao todo são investidos R$ 3 milhões nos cinco dias de festa, verba que já está garantida no orçamento da Fundação de Cultura.

Segundo o diretor-presidente da fundação, Joílson Silva da Cruz, há uma divisão do repasse feito para a escolas de samba, blocos e cordões. O Estado destina R$ 600 mil, em média, para a festa e o restante do dinheiro é de responsabilidade da prefeitura, que consegue patrocínios e parcerias para completar o valor.

A expectativa dos organizadores é cerca de 30 mil pessoas por noite nas festas. Outro fator que ajuda nessa espera é quase todos os quartos de hotel da cidade já estarem reservados, principalmente por turistas estrangeiros.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 17 de Julho de 2019
Terça, 16 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Segunda, 15 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)