Cassilândia, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

21/08/2017 06:40

Em crise, construção civil tem o menor número de trabalhadores em cinco anos

Campo Grande News

O desaquecimento da construção civil de Mato Grosso do Sul impactou o mercado de trabalho do setor. No encerramento do segundo trimestre (abril a junho) deste ano, havia 101 mil profissionais na área no Estado, de acordo com o a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, divulgada na semana passada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É o menor número em cinco anos. Este cenário puxou para baixo o rendimento médio dos trabalhadores.

A pesquisa, que tem início em 2012, apresenta dados trimestrais. Em nenhum período anterior, o número de trabalhadores foi menor que o verificado no fim de junho deste ano. Até então, o resultado mais modesto foi o do primeiro trimestre desde ano e de 2012 – ambos foram de 104 mil pessoas.

Não apenas o número de trabalhadores retraiu, mas como também os salários pagos pelas empresas do setor. Segundo a PNAD Contínua, o rendimento médio dos empregados da construção era de R$ 1.739 no segundo trimestre deste ano.

Na comparação com o encerramento de 2016 (R$ 1.851), a queda é de 6% ou de R$ 112. A renda média verificada de abril a junho também é a menor desde o terceiro trimestre do ano passado (R$ 1.807).

A redução do rendimento e da quantidade de trabalhadores na construção civil se relaciona ao fechamento de vagas de emprego no setor. Pelos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), a construção acumulada saldo negativo de 601 empregos, resultante de 14.127 contratações e 14.728 demissões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)