Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/11/2007 17:04

Em Corumbá, moda jovem agora é o "namoro santo”

Nelson Urt, do Diário Corumbaense

Ficar? Não, para uma parcela de jovens de Corumbá e Ladário esse verbo não existe numa relação a dois. Os tempos são outros. A mentalidade é diferente. A última moda no mundo cristão tem outro nome: “namoro santo”. Quem usou pela primeira vez a expressão foi, nada mais, nada menos, que o Papa Bento 16, para difundir o modo de vida ideal para o jovem cristão no século 21, que mantém o sexo como um dos maiores produtos de consumo. A idéia se propagou rapidamente entre garotos e garotas que integram as Pastorais da Juventude de todo o País. Entre corumbaenses e ladarenses, não é diferente e o “namoro santo” faz parte do vocabulário e da rotina dos grupos de jovens ligados à Pastoral da Juventude. “Namoro santo é namoro com credibilidade e fidelidade”, define o padre Fábio Vieira, 34 anos, assessor da Juventude Diocesana.

Padre Fábio Vieira faz parte da vanguarda da igreja. É vocalista da banda “Amor Supremo” e prepara a gravação do seu segundo CD – o primeiro foi lançado em Campo Grande, onde fazia Faculdade de Teologia. “O jovem vive hoje a cultura do light”, afirma padre Fábio. “Ele não namora, apenas fica, vive a relação do descompromisso e da aventura, o que faz com que perca os valores da relação a dois”, acrescenta. “A Igreja nunca vai abdicar desse valor. E a Pastoral da Juventude, que hoje integra todos os grupos de jovens da Diocese de Corumbá, é um referencial para o jovem em busca dos valores da fidelidade, do namoro santo”.

Para o padre Fábio, a música é um canal para recolocar jovens no caminho de valores da fidelidade. Quem compartilha dessa opinião é o saxofonista da banda “Amor Supremo”, Wagner Tolone, de 16 anos, aluno do terceiro ano do ensino médio da Escola Estadual Leme do Prado, integrante da Pastoral da Juventude da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, de Ladário. “O método da Pastoral é simples: antes do namoro é preciso haver união e amizade, com foco maior na alegria e na sinceridade”, comenta. “Ninguém é obrigado a nada, temos o livre arbítrio, mas com a consciência de que o jovem de hoje é o espelho do adulto do amanhã”.

Tolone conta que era evangélico, mas há quatro anos passou a se identificar com o catolicismo e há um ano integra a Pastoral da Juventude. “Aqui notei uma diferença: temos opinião própria”, destaca. Seu interesse pela música também cresceu na Pastoral. Começou os estudos na Escola de Música Acyl Barbosa, de Ladário, e hoje pertence à Banda Municipal Manoel Florêncio, de Corumbá. “A música é reconfortante, relaxante, acaba com o nervosismo”, ressalta o estudante, que planeja fazer Ciências Econômicas na Capital e manter a música como atividade alternativa.

O casal de namorados Fernando Melgar, de 17 anos, e Jorcilen da Silva, a Jô, de 19, coordenadores do grupo Jovisa, da Pastoral da Juventude da Paróquia de São José, é um exemplo da nova tendência. “A missão da juventude é ser jovem, é viver dentro dos sacramentos do matrimônio, da eucaristia, do batismo”, prega Fernando. “Aqui nós mostramos o melhor caminho, o que é certo, basta ao jovem seguir”, acrescenta Jô. Tanto Fernando como Jô concordam que namorar dentro do grupo é muito mais saudável. “Usamos a mesma linguagem, com confiança recíproca. Isso é o Namoro Santo”.

Tesoureira do grupo Jovisa, Selene Eugênia da Silva, de 16 anos, milita há seis anos nos movimentos católicos. Já foi coroinha. Reprova o simples “ficar”, adota o namoro com responsabilidade e vê a Igreja Católica hoje como tábua de salvação para o mundo. “A Igreja é um lugar para pessoas que tem o objetivo de ser felizes”, afirma. “Ainda somos minoria, mas podemos dar o exemplo e fazer a diferença para tornar o mundo melhor”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)