Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/10/2014 19:23

Em Cassilândia, hidrelétrica é multada em quase R$ 5 milhões por crime ambiental

Campo Grande News

Uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica) de Cassilândia - distante 418 km de Campo Grande, administrada por uma empresa de São Paulo, foi autuada em quase R$ 5 milhões pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por descumprir regras exigidas na licença ambiental.

De acordo com a PMA, a licença exige que a empresa cercasse toda a APP (Área de Preservação Permanente), no entorno do lago e do curso do rio Indaiazinho, em toda a área de sua responsabilidade. Porém, haviam vários pontos abertos na cerca com postes distantes e apenas três fios de arame, permitindo que o gado tivesse acesso a região protegida.

A falta de cerca adequada além de descumprir a licença, causa degradação da área, especialmente assoreamento do lago e do rio, agravado pela declividade do terreno e o solo arenoso. Toda a área de responsabilidade da empresa mediu 990 hectares, segundo a PMA.

A empresa proprietária da PCH, com domicílio jurídico em Itaim Paulista (SP) foi autuada administrativamente por danificar área considerada de preservação e multada em R$ 4.950 milhões. Além disso, a infratora foi notificada a fazer um Prade (Plano de Recuperação de Área Degradada), junto ao órgão ambiental e a solucionar o problema, com determinação de multa diária de R$ 10 mil, caso não cumpra a determinação.

Segundo a PMA, o embargo da empresa só não foi realizado para não prejudicar a população que depende da energia. Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental por destruir área de preservação permanente e poderão pegar uma pena de detenção de um a três anos.

PCH descumpriu regras previstas na licença ambiental concedida à empresa. (Foto: PMA)PCH descumpriu regras previstas na licença ambiental concedida à empresa. (Foto: PMA)
coisa boa... esta empresa vem causando impacto ambiental desde o inicio de sua construção, os nossos governantes precisam mudar suas atitudes, de que hidrelétricas é coisa do passado, é preciso mudar e incrementar a matriz enérgica do BRASIL, e adotar as fontes limpas: como energia solar, eólica, biomassa, biogás, GOVERNO BRASILEIRO acorda... é até quando depender deste tipo de energia... vamos proteger nossos rios e deixar estes para usar com fonte de lazer e para uso humano.
 
Paulo Sergio em 23/10/2014 10:35:57
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)