Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

16/02/2015 14:48

Em Carnaval violento, Estado já contabiliza seis assassinatos

Michel Faustino, Campo Grande News

Somente nas últimas 72 horas Mato Grosso do Sul registrou seis assassinatos. Só no domingo e nesta segunda-feira (16) foram quatro casos. Mesmo expressivo, os números são menores em comparação com o mesmo período do ano passado (2014), onde nove pessoas foram assassinadas.

Na sexta-feira (15) um Homem de 32 anos foi encontrado morto a tiros, na Rua República do Paraguai, em Coronel Sapucaia, a 400 quilômetros de Campo Grande. Ademir Rodrigues Fernandes morreu no local do crime. Ao lado do corpo foi encontrada a moto que ele pilotava.

No sábado (15) Artur Alves Ferreira, 54 anos, foi morto a tiros, após uma briga em um bar na Rua Theodomiro Serra esquina com a 2 de Outubro, no Bairro São Francisco, em Campo Grande. A vítima, que foi atingida por três tiros, chegou a ser levada para a Santa Casa, mas mão resistiu.

Ainda no sábado, mais duas pessoas morreram e duas foram baleadas a tiros em brigas de gangue no Conjunto Habitacional Estrela Dalva III, em Campo Grande. As vítimas Renner Oliveira Amaro, 22 anos, e Eloisa Chaves, 44 anos, morreram no local. O suspeito de envolvimento no crime foi preso em flagrante.

Na madrugada desta segunda-feira Sandro de Souza, 36 anos, morreu após tentar assaltar um policial federal, de 29 anos, em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande.

Números preocupantes - As estatísticas mostram que a violência em Mato Grosso do Sul cresceu espantosos 30% nos últimos dois anos. Isso representa dois assassinatos por dia, conforme analise comparativa entre os dois primeiros meses do ano (janeiro e fevereiro), referentes aos últimos três anos (2013, 2014 e 2015).

Titular da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios), Weber Luciano de Medeiros, acredita que o aumento no número de casos é decorrente, em sua maioria, do consumo excessivo de álcool entre outras drogas, bem como, praticados de forma passional, por impulso.

“Infelizmente esses números são reflexos da instabilidade vivida na sociedade. Hoje o sujeito mata o outro por qualquer coisa. E também muitas vezes esses crimes são praticados de forma não pensada. O que podemos notar é que houve uma diminuição nos crimes premeditados, mas a pessoa acaba cometendo o crime no impulso, por conta de um desacerto ou algo semelhante.

Esta faltando o assassinato que ocorreu em Costa Rica sabado de manha
 
Rivelino barbosa em 16/02/2015 15:13:11
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)