Cassilândia, Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

Últimas Notícias

12/09/2019 08:20

Em apenas uma semana, notificações de sarampo cresceram 35% em MS

Campo Grande News

 

Em uma semana, aumentou de 31 para 42 os casos suspeitos de sarampo em Mato Grosso do Sul, crescimento de 35%. Desse total, 10 estão sob investigação, número que mais que dobrou em relação ao boletim anterior, no qual apareciam quatro casos sobre investigação.

O número de registros da doença confirmados é de dois, um em Campo Grande e outro em Três Lagoas, vizinha a São Paulo, a 338 quilômetros de Campo Grande. As duas vítimas da doença, um bebê de 10 meses e um homem de 52 anos, haviam viajado para o estado vizinho recentemente e por isso o contágio ocorreu lá. Dessa forma, são considerados “importados”.

Houve ainda um terceiro paciente com sarampo, um médico que não mora aqui e veio para visitar os parentes, mas o caso dele foi notificado para o estado de São Paulo. O número de casos de sarampo por lá cresceu 20% em uma semana, somando 3.519 notificações entre janeiro e setembro deste ano.

Estava erradicado – A Secretaria de Saúde afirma que todas as pessoas que apresentação a doença estavam em São Paulo no período de contágio, ou seja, o vírus não circulou por aqui. O último caso de sarampo registrado em Mato Grosso do Sul foi em 2011, envolvendo uma turista francesa.

Em 2015, o Brasil havia registrado o último caso da doença, no Ceará. O país chegou a ganhar, em 2016, o certificado de eliminação do sarampo. Em fevereiro de 2018, porém, começaram os casos importados da doença, registrados na Venezuela e que chegaram a Roraima.

A recomendação é que quem não se vacinou, procure um unidade de saúde pública ou a rede particular. Na rede pública, o foco são as crianças de seis meses até dois anos incompletos. Nos pequenos, a doença é mais perigosa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
07:36
Chapadão do Sul
Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Sexta, 21 de Fevereiro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)