Cassilândia, Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

Últimas Notícias

12/09/2019 08:20

Em apenas uma semana, notificações de sarampo cresceram 35% em MS

Campo Grande News

 

Em uma semana, aumentou de 31 para 42 os casos suspeitos de sarampo em Mato Grosso do Sul, crescimento de 35%. Desse total, 10 estão sob investigação, número que mais que dobrou em relação ao boletim anterior, no qual apareciam quatro casos sobre investigação.

O número de registros da doença confirmados é de dois, um em Campo Grande e outro em Três Lagoas, vizinha a São Paulo, a 338 quilômetros de Campo Grande. As duas vítimas da doença, um bebê de 10 meses e um homem de 52 anos, haviam viajado para o estado vizinho recentemente e por isso o contágio ocorreu lá. Dessa forma, são considerados “importados”.

Houve ainda um terceiro paciente com sarampo, um médico que não mora aqui e veio para visitar os parentes, mas o caso dele foi notificado para o estado de São Paulo. O número de casos de sarampo por lá cresceu 20% em uma semana, somando 3.519 notificações entre janeiro e setembro deste ano.

Estava erradicado – A Secretaria de Saúde afirma que todas as pessoas que apresentação a doença estavam em São Paulo no período de contágio, ou seja, o vírus não circulou por aqui. O último caso de sarampo registrado em Mato Grosso do Sul foi em 2011, envolvendo uma turista francesa.

Em 2015, o Brasil havia registrado o último caso da doença, no Ceará. O país chegou a ganhar, em 2016, o certificado de eliminação do sarampo. Em fevereiro de 2018, porém, começaram os casos importados da doença, registrados na Venezuela e que chegaram a Roraima.

A recomendação é que quem não se vacinou, procure um unidade de saúde pública ou a rede particular. Na rede pública, o foco são as crianças de seis meses até dois anos incompletos. Nos pequenos, a doença é mais perigosa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 20 de Setembro de 2019
Quinta, 19 de Setembro de 2019
10:00
Receita do Dia
Quarta, 18 de Setembro de 2019
12:42
Cassilândia
12:39
Cassilândia
11:00
Mundo Fitness
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)