Cassilândia, Sábado, 28 de Novembro de 2020

Últimas Notícias

21/11/2020 12:30

Em ano de pandemia, MS registra queda de 12,6% em registro de nascimentos

De janeiro a novembro, menos 5,3 mil bebês foram registrados em comparação com 2019

Midiamax
Em ano de pandemia, MS registra queda de 12,6% em registro de nascimentos

Dados de cartórios de Registro Civil de Mato Grosso do Sul mostram que, de janeiro a novembro deste ano, houve redução de 12,6% nos nascimentos em comparação com o mesmo período de 2019. Em Campo Grande, no mesmo período, a queda apontada pelos registros é de 11% nos nascimentos.

De acordo com os números de registros dos cartórios em MS, no ano que o mundo enfrenta a pandemia do coronavírus, os nascimentos nas cidades caíram. Em 2020, foram 37.091 nascimentos de janeiro a novembro, contra 42.468 do mesmo período do ano anterior. Ou seja, foram registrados menos 5.377 bebês em Mato Grosso do Sul.

Em Campo Grande a comparação soma uma diferença de 1.612 registros de bebês, pois em 2019 foram 14.538 nascimentos registrados entre janeiro e novembro, enquanto em 2020, foram 12.926 registros, correspondendo a uma porcentagem de menos 11%.

Nos últimos anos há uma média no total de nascimentos em Mato Grosso do Sul. Foram 32.109 registros em 2015, contra 45.729 em 2019. Total de registros de nascimentos dos últimos cinco anos:

2015: 32.109
2016: 45.397
2017: 45.642
2018: 45.517
2019: 45.729
2020*: 37.091
*até novembro
Total de registros de nascimentos dos últimos cinco anos em Campo Grande:

2015: 13.538
2016: 14.810
2017: 15.603
2018: 15.581
2019: 15.707
2020*: 12.926
*até novembro

Maternidade na pandemia
Avaliar os impactos da pandemia na taxa de nascimentos no país, só será possível a partir do ano que vem, haja vista que desde o mês que a pandemia se instaurou em MS até agora, se passaram oito meses.

Na visão da ginecologista Rúbia Borges, no início, quando vírus começou a se espalhar, muitas pacientes que queriam engravidar preferiram adiar o sonho e aguardar pela evolução da doença. Porém, segundo a médica, muitas decidiram continuar os planos da maternidade.

“No início da pandemia, lá em março, havia muita preocupação. Para a clínica, diminuiu bastante o número de pacientes e os próprios médicos diminuíram o numero de pacientes que iam atender. No começo, eu fiz bastante consulta on-line, mas logo em seguida precisamos voltar os atendimentos presenciais com todos os cuidados”, explicou.

Após os casos darem indícios de diminuição no estado, os casais começaram a retornaram à clínica para dar prosseguimento no processo de gravidez. “Eu tive muitas pacientes grávidas no período da quarentena e muitas estão prestes a ter o bebê neste período. Mais mulheres estão se permitindo tentar a gravidez nesses últimos meses”, contou.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 28 de Novembro de 2020
Sexta, 27 de Novembro de 2020
Quinta, 26 de Novembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)