Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/02/2016 07:30

Em 3 anos, número de mortes por Aids cai pela metade em Mato Grosso do Sul

Campo Grande News

O número de pessoas que morreram em Mato Grosso do Sul em decorrência da Aids praticamente caiu pela metade entre os anos de 2012 e 2015. Os dados do Programa Estadual de DST/AIDS, da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MS), apotam uma queda progressiva desde 2012, quando aconteceram 119 mortes. Nos dois anos seguintes, foram registradas 76 mortes em cada um e, no ano passado, 65 óbitos.

Ainda de acordo com os dados, o número de novos casos da doença em adultos, que são todas as pessoas maiores de 13 anos, de acordo com o parâmetro do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), também caiu. De 522 casos em 2012 para 230 em 2015.

Para a gerente técnica do Programa Estadual de DST/ AIDS, Danielle Martins, as quedas são reflexos da ampliação das testagens rápidas e da introdução do novo tratamento 3 em 1, a chamada monodroga.

"Os óbitos acontecem, geralmente, por conta do diagnóstico tardio. Detectando a doença cada vez mais rápido, mais cedo se inicia o tratamento, que também está mais acessível. Quanto maior o número de pessoas tratando, menor é o risco de transmissão, por conta da carga viral reduzida", explica a gerente, que ainda faz um alerta. "Ainda assim, nada substitui o uso do preservativo".

Tratamento - O número de pessoas em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) subiu. No ano passado, o país tinha 81 mil pessoas tomando antirretrovirais, 13% a mais do que em 2014. Em Mato Grosso do Sul, cerca de 3.850 pacientes recebem medicação antiretroviral mensalmente.

De acordo com o Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, antirretrovirais são medicamentos usados para impedir a multiplicação do vírus HIV no organismo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)