Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/01/2015 07:20

Em 15 dias, número de casos de ferrugem mais que dobra em MS

João Pamplona

Em um período de 15 dias o número de casos de ferrugem asiática da soja mais que dobrou em Mato Grosso do Sul. Segundo dados do Consórcio Antiferrugem, parceria público-privada que atua no combate a doença, 2014 terminou com cinco focos confirmados da doença no estado na safra 2014/2015, e na primeira quinzena de janeiro de 2015 foram registrados mais seis ocorrências, aumentando para 11 o número de registros no ciclo, o que representa um incremento de 120% nesse curto espaço de tempo.

De acordo com consórcio, dos seis casos confirmados da doença em janeiro no estado, cinco foram registrados em Chapadão do Sul. Todos foram em lavouras comerciais. Foram duas ocorrências no dia 5, uma no dia 12 e duas no dia 13 de janeiro. O mais recente foco descoberto neste mês ocorreu em Aral Moreira, e foi confirmado no dia 14.

Contabilizando os dados de toda a safra, o município que concentra a maior quantidade de focos de ferrugem até o momento em Mato Grosso do Sul é Chapadão do Sul, com seis casos. Depois aparecem Maracaju, com dois, Dourados, com dois e Aral Moreira, com um.

Primeiro caso
O primeiro caso confirmado da doença neste ciclo no estado foi registrado em Dourados. No fim de setembro, um estudante do curso de Agronomia da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), encontrou em uma planta de soja guaxa, que cresceu voluntariamente na área urbana, indícios da doença.

O exemplar foi coletado e exames realizados na Clínica de Doenças de Plantas da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), da instituição, apontaram que se tratava da doença.

No país, de acordo com o consórcio, já foram diagnosticados nesta temporada 169 casos de ferrugem asiática. Os estados com o maior número de casos são: o Paraná (50), Rio Grande do Sul (40) e o Mato Grosso (26).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)