Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/05/2013 09:45

Eliminação pode custar mais de R$ 500 mil ao Naviraiense

Campo Grande News/ Gabriel Neris

Os aplausos na chegada em Campo Grande e as carreatas pelas ruas de Naviraí podem ter sido em vão. A escalação de um jogador irregular na Copa do Brasil pode custar caro ao Naviraiense. O preço a se pagar pode ultrapassar meio milhão de reais.

Com o aumento no repasse financeiro da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) aos clubes que disputam a Copa do Brasil, o Naviraiense deixará escapar a quantia de R$ 400 mil referentes à partida que seria realizada contra o Atlético Paranaense pela terceira fase.

O clube sul-mato-grossense já abocanhou R$ 150 mil por eliminar a Portuguesa, time da primeira divisão do futebol brasileiro, ainda na primeira fase.

O Naviraiense receberia mais R$ 150 mil pelos resultados diante do Paysandu, derrota em Naviraí por 1 a 0 e vitória de 2 a 0 em Belém. De acordo com a FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), a quantia seria paga ainda nesta semana.

O jogador irregular em questão é Luis Claudio Lima Conceição, conhecido como “Bahia”. Conforme a própria FFMS, o contrato do atleta com o Naviraiense encerrou no dia 7 de maio. A primeira partida entre Naviraiense e Paysandu foi realizada no dia seguinte e terminou com vitória do time paraense por 1 a 0.

Bahia foi relacionado para a partida pelo técnico Paulinho Resende e entrou em campo aos 44 minutos do segundo com a camisa de número 17.

Na última quarta-feira (15) o Jacaré voltou a enfrentar o Paysandu, desta vez no estádio da Curuzu, em Belém (PA). Poucos acreditavam, mas o Naviraiense arrancou uma vitória por 2 a 0 e garantiu, pelo menos no campo, a vaga para a terceira fase da competição nacional.

O Naviraiense será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na próxima quarta-feira (22), no Rio de Janeiro. Cartolas da Federação de Futebol de MS estão pessimistas em relação à situação do clube afiliado.

O clube sul-mato-grossense respondeu através de nota oficial, publicada no site da federação, diz que agiu conforme o artigo 41 do regulamento e que vai apresentar o termo aditivo no contrato dos atletas que disputaram a partida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)