Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/05/2013 09:45

Eliminação pode custar mais de R$ 500 mil ao Naviraiense

Campo Grande News/ Gabriel Neris

Os aplausos na chegada em Campo Grande e as carreatas pelas ruas de Naviraí podem ter sido em vão. A escalação de um jogador irregular na Copa do Brasil pode custar caro ao Naviraiense. O preço a se pagar pode ultrapassar meio milhão de reais.

Com o aumento no repasse financeiro da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) aos clubes que disputam a Copa do Brasil, o Naviraiense deixará escapar a quantia de R$ 400 mil referentes à partida que seria realizada contra o Atlético Paranaense pela terceira fase.

O clube sul-mato-grossense já abocanhou R$ 150 mil por eliminar a Portuguesa, time da primeira divisão do futebol brasileiro, ainda na primeira fase.

O Naviraiense receberia mais R$ 150 mil pelos resultados diante do Paysandu, derrota em Naviraí por 1 a 0 e vitória de 2 a 0 em Belém. De acordo com a FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), a quantia seria paga ainda nesta semana.

O jogador irregular em questão é Luis Claudio Lima Conceição, conhecido como “Bahia”. Conforme a própria FFMS, o contrato do atleta com o Naviraiense encerrou no dia 7 de maio. A primeira partida entre Naviraiense e Paysandu foi realizada no dia seguinte e terminou com vitória do time paraense por 1 a 0.

Bahia foi relacionado para a partida pelo técnico Paulinho Resende e entrou em campo aos 44 minutos do segundo com a camisa de número 17.

Na última quarta-feira (15) o Jacaré voltou a enfrentar o Paysandu, desta vez no estádio da Curuzu, em Belém (PA). Poucos acreditavam, mas o Naviraiense arrancou uma vitória por 2 a 0 e garantiu, pelo menos no campo, a vaga para a terceira fase da competição nacional.

O Naviraiense será julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na próxima quarta-feira (22), no Rio de Janeiro. Cartolas da Federação de Futebol de MS estão pessimistas em relação à situação do clube afiliado.

O clube sul-mato-grossense respondeu através de nota oficial, publicada no site da federação, diz que agiu conforme o artigo 41 do regulamento e que vai apresentar o termo aditivo no contrato dos atletas que disputaram a partida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)