Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

07/01/2008 08:15

Eleitor condenado por compra de voto por R$ 10 recorre

TSE

Detido em flagrante e condenado por compra de votos, o eleitor Raimundo Nonato da Silva, do município de Itatiba, no interior de São Paulo, interpôs Agravo de Instrumento (AG 9036) contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). A pena imposta pelo crime eleitoral foi de prestação de serviços à comunidade.

De acordo com os autos, no dia 1º de outubro de 2006 (dia da eleição) Nonato teria dado, oferecido e prometido a diversos eleitores o valor de R$10 em troca de votos para o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS), ao deputado estadual David Zaia (PPS) e à candidata a deputada estadual, não eleita, Marina Bredariol (PPS).

A Representação foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral e a decisão condenatória do TRE-SP, por maioria de votos, reformou parcialmente a sentença do juiz eleitoral do município, que condenava Nonato à pena de cinco anos de reclusão. O juiz condenava mais dois eleitores, Sebastião Lopes da Cunha e Valquíria de Lima, que foram absolvidos pelo Tribunal.

Os advogados de Raimundo Nonato argumentam pela nulidade do processo por conta do cerceamento do direito de defesa. Alegam ainda que a prisão foi arbitrária e que hão houve provas de que ele tivesse comprado votos. “É incontroverso que o Ministério Público fez uma leitura deturpada dos depoimentos policiais, encontrando termos que não foram ditos e ações que não foram praticadas, o que bem demonstra a inépcia da inicial”, assinalam.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)