Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

06/11/2008 05:05

Efeito da eleição de Obama : comércio exterior do Brasil

Bruno Bocchini /ABr

São Paulo - Um país muito mais restritivo a acordos comerciais e mais fechado a pretensões brasileiras, como a de realizar negócios em grande escala na área de biocombustíveis, é o que se pode esperar, nos próximos dois anos, dos Estados Unidos, que acaba de eleger Barack Obama, do Partido Democrata, como presidente. A avaliação é do presidente do Conselho Superior de Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e ex-embaixador do Brasil nos EUA, Rubens Barbosa.

“Eu prevejo que nesses próximos dois anos ou um pouco mais, enquanto durar a crise de maneira mais intensa, dado o Congresso americano, controlado pelos democratas nessa eleição, vai haver uma posição muito restritiva às pretensões que nós tínhamos de liberalização do mercado americano para alguns produtos brasileiros, inclusive o etanol. Eu acho que elas vão ficar adiadas por algum tempo”, disse em entrevista à TV Brasil.

Na opinião do ex-embaixador, a proximidade dos democratas, vitoriosos na eleição, com os sindicatos dos Estados Unidos tenderá a agravar o quadro restritivo a uma maior liberalização do comércio.

“Com a desaceleração da economia americana, você vai ter um aumento do desemprego nos Estados Unidos. E o Partido Democrata, que é muito ligado aos sindicatos, vai fazer uma pressão muito grande contra qualquer liberalização da economia”, disse.

Para o diretor executivo da Câmara Americana do Comércio, Luiz Gabriel Rico, no entanto, a eleição de Obama representa uma oportunidade de o Brasil tentar avançar em negociações comerciais que ficaram travadas no passado.

“Eu acho que o pior que pode acontecer é ficar como está. Não vejo nenhuma chance de retrocesso nas relações. A mudança da administração americana dá chance para que se retome negociações iniciadas anteriormente, talvez de uma nova forma. E buscando um escopo muito mais amplo do que tínhamos até então”, afirmou.

De acordo com ele, a história e a experiência de vida do novo presidente americano pesarão a favor do Brasil. “O momento é de esperança, é de mudança. É muito relevante a eleição do Obama considerando a origem, a história e a experiência de vida dele. São experiência, uma história e uma origem que têm muito com a formação do povo brasileiro. Ele é muito mais próximo de nós do que os outros presidentes eram”.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Sexta, 20 de Janeiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)