Cassilândia, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

Últimas Notícias

29/06/2006 07:47

Educação recebe sugestões sobre formação de ortodontista

Agência Câmara

Um documento contendo várias propostas para enfrentamento dos problemas na formação profissional do ortodontistas, que vão desde a ampliação da carga horária dos cursos à periodicidade dos encontros, foi entregue nesta quarta-feira à Comissão de Educação e Cultura. As sugestões foram apresentadas pela Associação Brasileira de Ortodontia - Ortopedia Facial (Abor), cujo representante, Luciano da Silva Carvalho, participou de audiência pública para debater a situação dos cursos de ortodontia e ortopedia facial no País.
De acordo com os dados apresentados por ele, o Brasil detém 15% dos profissionais do setor no planeta, ostentando média de odontólogos por número de habitantes superior até mesmo à dos Estados Unidos.
Luciano Carvalho observou que o Brasil tem hoje 7.800 ortodontistas formados - o dobro do que dispunha há quatro anos. Da mesma forma, o número de faculdades de odontologia dobrou nos últimos oito anos, totalizando, em 2005, 174 faculdades, das quais 120 pertencem à iniciativa privada.

Sistema de avaliação
A deputada Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO), que solicitou a reunião, destacou a existência de várias deficiências na estruturação desses cursos, como conteúdos programáticos inadequados e carga horária insuficiente. Ela também criticou a fragilidade do sistema de avaliação e ressaltou a necessidade da adoção de medidas para evitar a baixa qualificação dos profissionais que entram no mercado.

Participantes
O debate contou também com a participação do diretor do Departamento de Supervisão da Educação Superior, da Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC), Mario Pederneiras; da especialista do Ministério da Saúde e professora da Universidade de São Paulo (USP) Ana Stela Haddad, e de representantes do Conselho Federal de Odontologia, Roberto da Veiga Cavali; e da Comissão de Ensino do Conselho Federal de Odontologia, Rubens Corte Real de Carvalho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 30 de Março de 2017
Quarta, 29 de Março de 2017
20:34
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)