Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

31/03/2005 14:34

Educação ambiental chega a professores e alunos

ACS - MEC

O Ministério da Educação, em parceira com o Ministério do Meio Ambiente, pretende lançar em junho próximo a 2ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, no encerramento do programa Vamos Cuidar do Brasil com as Escolas. Implementado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), o programa, que capacita professores e alunos em educação ambiental, entra agora na última fase, denominada Seminários de Formação III.

Os seminários de formação continuada de professores e alunos em educação ambiental serão iniciados agora em abril. Em junho, serão concluídos em todos os estados. “É um ciclo que se fecha, pois o programa nasceu com o objetivo de dar continuidade às discussões da primeira conferência infanto-juvenil pelo meio ambiente, em 2003, e de preparar as escolas para a conferência deste ano”, afirmou a coordenadora-geral de educação ambiental da Secad, Rachel Trajber. Em dois anos, segundo Rachel, o MEC investiu mais de R$ 2,5 milhões no programa.

Biodiversidade – A conferência deste ano porá em debate temáticas inéditas, voltadas para a popularização de acordos internacionais sobre biodiversidade, mudanças climáticas, segurança alimentar e raça. “As escolas do ensino fundamental de todo o país serão os espaços para o debate sobre diversidade étnico-racial, cultural, social e biológica”, afirmou Rachel. “Jovens, professores e comunidade se apropriam localmente dos compromissos planetários, interligando o local e o global, ampliando e aprofundando os temas debatidos na primeira conferência.”

A importância dos debates está nos seminários de formação de professores e alunos e nas conferências nas escolas, que fazem parte do mesmo processo de educação ambiental. “Em 2003, chegamos a atingir 16 mil escolas com a primeira conferência. Para este ano, a meta é dobrar o número de escolas que realizarão suas conferências entre junho e agosto”, disse Rachel.

Repórter: Cristiano Bastos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)