Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/11/2005 08:28

É ilegal corte de energia, se a dívida está em discussão

Sheila Messerschmidt - STJ

Um consumidor de São Paulo garantiu no Superior Tribunal de Justiça (STJ) o direito ao fornecimento de energia elétrica enquanto contesta judicialmente um débito, considerado por ele indevido, apresentado pela Eletropaulo – Metropolitana Eletricidade de São Paulo. A empresa apurou unilateralmente uma suposta fraude, elaborou termo de irregularidade e passou a cobrar do consumidor a diferença entre o que alegou ser o real consumo e o valor pago durante cinco anos, inclusive cortando o serviço.

A Segunda Turma do STJ não atendeu o pedido da Eletropaulo para que fosse analisado recurso especial que pretendia reformar decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP) favorável ao consumidor. Para o relator do agravo de instrumento, ministro Castro Meira, que já havia negado individualmente a pretensão da Eletropaulo, é ilegal a interrupção do fornecimento de energia porque configura constrangimento ao consumidor que procura discutir na Justiça o débito que considera indevido.

O ministro Castro Meira ainda destacou haver entendimento no STJ de que é lícito à concessionária interromper o fornecimento de energia se, após aviso prévio, o consumidor permanecer inadimplente no pagamento da conta. No entanto, tornado o débito litigioso, o devedor não poderá sofrer nenhuma retaliação por parte do credor.

Segundo a Eletropaulo, a dívida diz respeito a supostas diferenças entre o valor medido e o realmente consumido entre maio de 1999 e maio de 2004, na residência de Luiz Fernando Felici. O consumidor ingressou com medida cautelar com pedido de liminar na justiça estadual. A medida cautelar é um tipo de ação cabível quando há fundado receio de que uma parte (no caso, a concessionária), antes do julgamento da questão, cause ao direito da outra (o consumidor) lesão grave (o corte de energia). A Eletropaulo havia interrompido o fornecimento de energia elétrica à residência do consumidor com base em perícia produzida unilateralmente e sem o conhecimento do consumidor.

A liminar foi concedida a Felici. A concessionária apresentou agravo de instrumento, mas o recurso foi improvido pelo TJ/SP. O acórdão afirmou que "não se admite o corte dos serviços essenciais de energia elétrica em função de atraso no pagamento de dívida por período pretérito e definido, ainda que resultante de apontada violação do medidor, com confissão de dívida em valor a sugerir exagero e com números em discussão."

Inconformada, a Eletropaulo tentava ingressar com recurso especial no STJ, por meio de um agravo de instrumento. A empresa alegava que, "verificado qualquer procedimento irregular que venha a provocar o faturamento inferior do consumo, a medida autorizada é o corte no fornecimento", ainda que a dívida esteja sendo discutida em juízo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)