Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/11/2006 11:37

Duodécimo: Puccinelli diz que fechou acordo com Londres

Maristela Brunetto e Marina Miranda/Campo Grande News

O governador eleito André Puccinelli avança na discussão do repasse do duodécimo aos poderes. Logo cedo, ele se reuniu com o presidente da Assembléia Legislativa, Londres Machado (PL), no escritório do parlamentar, no bairro Monte Líbano, e saiu dizendo que já tinha sacramentado um acordo sobre os repasses ao Legislativo.

Puccinelli chegou a dizer que manteria segredo sobre o valor acertado com Londres, mas depois que será de 2,5%. A idéia é ter uma espécie de gatilho, estabelecendo um valor fixo, independente do percentual. A Assembléia recebe todo mês 4,48% da receita corrente líquida do Estado, valor superior a R$ 10 milhões. O maior repasse aos poderes é do Tribunal de Justiça- 6,83%, que tem a maior estrutura a manter. Ministério Público recebe 2,84% e 2% ficam com a Defensoria Pública.

Do escritório de Londres, Puccinelli seguiu para a sede do Ministério Público Estadual para pedir “cota de sacrifício” à procuradora-geral de Justriça, Irmã Anzoategui. Saiu de lá dizendo que "melhorou a conversa", mas não houve definição. Ainda fará o mesmo pedido novamente ao presidente do Tribunal de Justiça, Claudionor Abss Duarte e a Darcy Terra Fernandes, procuradora-geral da Defensoria Pública. Puccinelli brincou que já “perdeu a conta” das vezes que fez o caminho para discutir o duodécimo.

“Não tem como gastar mais que a receita. Todo mundo terá de fazer sua cota de sacrifício”. Ele argumenta que há resistência, “mas não vai ter saída”. Segundo Puccinelli, “o dinheiro vem de lá (cofre estadual) e não tem dinheiro”. Para Puccinelli, “eles vão contribuir”.

Ainda não há um valor preciso da dívida de curto prazo que ficará para a gestão dele. Um valor é certo- R$ 200 milhões à BR, empresa ligada à Petrobras fornecedora de emulsão asfáltica.

Ele elaborou projeto para reduzir de 15 para onze as secretarias e anunciou corte de 15 a 30% dos cargos em comissão, aqueles preenchidos sem concurso público.

Puccinelli disse à reportagem do Campo Grande News que ainda não discute com os partidos o preenchimento de cargos e secretarias. Ele já tem definidos seis secretários- Mário Sérgio Lorenzetto (Fazenda), Saúde Beatriz Dobashi (Saúde), Maria Nilene Badeca da Costa (Educação), Carlos Alberto Said Menezes (Meio Ambiente, Cidades, Planejamento, Ciência e Tecnologia), Edson Giroto (Obras) e Osmar Jerônimo (Casa Civil). Falta preencher Habitação, Justiça e Segurança, Produção, Administração e Assistência Social.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)