Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/07/2008 15:04

Dunga admite que só o ouro interessa

Pressionado pela campanha ruim nas eliminatórias para a Copa do Mundo, o técnico da seleção brasileira, Dunga, admitiu nesta quinta-feira que o único resultado admissível com a seleção olímpica nos Jogos de Pequim, em agosto, é a medalha de ouro.

A seleção iniciou nesta quinta, em Cingapura, o período de adaptação ao fuso asiático e preparação para a Olimpíada, com treinamentos na parte da manhã e à tarde (horário local).

"Na bola não tem isso [de prata ou bronze]. Só o ouro interessa. O futebol é diferente para o Brasil. E o fato de ainda não termos essa medalha aumenta ainda mais a pressão. Mas isso é algo que o jogador da seleção está acostumado. Se ganhar, vem a glória. Se perder, a pressão será grande", disse o treinador.

Pentacampeã mundial, a seleção brasileira jamais conquistou um ouro olímpico. Até hoje, os melhores resultados foram duas medalhas de prata, em Los Angeles-1984 e Seul-1988, e um bronze, em Atlanta-1996.

Para conquistar o título inédito e aliviar a pressão, principalmente sobre si próprio, Dunga aposta em Ronaldinho, eleito duas vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa.

"Ronaldinho é um membro muito importante da equipe e está recuperado de todos os seus problemas. O mais importante para nós é que ele está feliz e sorrindo novamente. Isso faz com que as coisas sejam mais fáceis para nós. Claro que ele não pode ter toda a responsabilidade em seus ombros", falou o treinador.

Treinamento

Pela manhã, sob o comando de Dunga, Jorginho e do preparador físico Paulo Paixão, o treinamento teve uma hora e meia de duração, com os jogadores divididos em times de três contra três, depois em times de quatro contra quatro e, finalmente, de sete contra sete.

Na segunda parte, houve primeiro o aquecimento com o preparador Paulo Paixão. Depois, Dunga e Jorginho orientaram um trabalho de coordenação entre defesa e ataque, com repetição de saída de bola pelas laterais do campo. O treinamento de bola parada, em ações defensivas, aconteceu na seqüência, com os exercícios sendo feitos repetidamente.

"Trabalhamos bem, com intensidade e qualidade. Os jogadores estão conscientes e preparados para a responsabilidade que terão pela frente e, mais importante, felizes por poder disputar a Olimpíada", falou o treinador.





Folha

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)