Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/03/2004 14:07

DRT divulga disque-denúncia contra trabalho infantil

Waldemar Gonçalves Jr. / Campo Grande News

A DRT/MS (Delegacia Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul) lançou hoje de manhã a Campanha Contra a Exploração do Trabalho Infantil, marcando o início de mobilização que acontece simultaneamente nos países do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai).
O lançamento foi feito durante o recreio da Escola Estadual Joaquim Murtinho, em Campo Grande, com a presença de alunos e de representantes do MPT (Ministério Público do Trabalho), secretarias de Educação e Assistência Social, Centro de Defesa dos Direitos Humanos, além dos deputados estaduais petistas Pedro Teruel e Pedro Kemp.
Para os jovens foi apresentado um vídeo que busca sensibilizar as pessoas para a importância do completo desenvolvimento, físico, psíquico e emocional, do adolescente, até que entre no mercado de trabalho e principalmente, que não tenha sua infância interrompida.
A delegada da DRT/MS, Eloíne Marques, aponta que a ânsia em igualar as condições de mercado entre os quatro países não pode prejudicar os adolescentes.
Nos folhetos informativos, entregues durante o lançamento da campanha, consta o telefone do Disque Denúncia - 316-3053.
No entanto, em Mato Grosso do Sul há somente dois auditores fiscais e um administrativo que cumprem a função de fiscalizar trabalho infantil.
Ao todo, na DRT/MS trabalham 29 auditores, enquanto até 1994 eram 48j. A delegada disse ainda que, somente este ano, foram 11 denúncias de trabalho infantil em Mato Grosso do Sul.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)