Cassilândia, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/12/2012 07:31

Dourados: MP está de olho em adoções ilegais

Dourados Agora
Promotora da Infância e Juventude de Dourados, Fabrícia de Lima, diz que MP está de olho nas adoções ilegais de crianças (Foto: Hedio Fazan)Promotora da Infância e Juventude de Dourados, Fabrícia de Lima, diz que MP está de olho nas adoções ilegais de crianças (Foto: Hedio Fazan)

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu investigação para apurar supostas adoções fraudulentas em Dourados. De acordo com a promotora da Infância e Juventude de Dourados, Fabrícia de Lima Barbosa, para burlar a lei e o cadastro nacional de adoção, casais geralmente fora do perfil para adotar podem estar utilizando as mais variadas artimanhas para conseguir um bebê. O caso mais recente aconteceu nesta semana. “Um casal chegou ao hospital e o marido disse que era pai de uma criança que estaria para nascer.

A gestante estava internada. O problema é que a mulher deste homem estava muito feliz em receber e criar um filho supostamente fruto de uma traição do marido. Isto chegou até o conhecimento do Juizado. O homem registrou a criança como sendo sua e a levou para casa. Foi feita a busca e apreensão deste bebê, que foi levado ao Lar Santa Rita e determinado um prazo de 10 dias para que o pai comprove a paternidade da criança através de DNA. Diante das investidas do Juizado, o homem confessou que não é pai do bebê. Estamos investigando agora se houve incentivos financeiros à mãe biológica para ela entregar o filho ao casal”, destaca.

Conforme a promotora, a maior prejudicada nesta situação é a criança, que perde totalmente a sua identidade e a sua história, podendo sofrer grandes traumas futuros. Segundo a Legislação, se a mãe abre mão de ficar com a criança, deve procurar o Juizado que vai buscar a adoção dentro da família, através do pai, dos avós, tios e demais parentes. “Vencida esta etapa, a criança vai para o cadastro nacional da adoção, onde um casal que passou por várias avaliações psicológicas e condições financeiras vai poder realizar o sonho de adotar esta criança, que também vai ganhar um lar dígno”, orienta.

De acordo com a promotora, a prática de registrar um filho alheio como sendo da pessoa é crime que pode levar de dois a seis anos de prisão. Segundo ela, a Promotoria vai solicitar uma reunião com maternidades de Dourados para orientar os servidores a denunciarem esses abusos. “Quem for flagrado nesta situação vai responder na Justiça”, alerta a promotora, observando que todas as denúncias que estão chegando à Promotoria estão sendo investigadas.

Justiça

A Vara da Infância de Dourados, representada pelo Juiz Zaloar Murat Martins, oferece três principais projetos de adoção, auxílio e bem-estar dos pequenos. O “Adotar” faz triagem com os casais interessados em crianças já destituídas do poder familiar. As orientações acontecem nas últimas sextas-feiras do mês no Fórum. Hoje a média é de 30 casais na fila de adoção na cidade de Dourados.

Caro Giroto.
Louvável a conduta da Curadora de Menores de Dourados, ainda mais face à novela da Globo Salve Jorge que trata de assunto de extrema importãncia.
Apenas quero registrar, que o Dr. Zaloar Murat Martins, dd Juiz da Infancia e Adolecencia da comarca de Dourados é meu colega de Turma de Ingresso na Magistratura em 1989,e um dos Juizes mais culto, honrado e digno que conheço ,exemplo que deveria ser seguido por todos que Judicam neste País e, excessivamente severo e rigido no que tange ao processo de Adoção Nacional ou Internacional ( face a proximidade de Pero Juan Caballero ( PY), que adotam inumeras crianças para depois repassarem-nas para outros paises e, portanto, capaz o suficiente para coibir qq. tentativa ilegal de adoção na esfera de sua Jurisdição. Feliz Natal a todos.
 
DR. MARCOS ANTONIO SANCHES em 24/12/2012 10:56:20
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)