Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/09/2010 14:37

Dourados: defesa busca no TJ informações sobre prisão

Campo Grande News/ Aline dos Santos

A defesa do prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), que foi preso nesta quarta-feira pela PF (Polícia Federal), tenta obter no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) informações sobre o processo.

“Preciso saber o que é para ver quais medidas tomar”, afirma o advogado Carlos Marques. De acordo com ele, o desembargador Manoel Mendes Carli autorizou a prisão com base em gravações. Por ser prefeito, Artuzi tem foro especial e só pode ser preso com autorização do tribunal.

Conforme a PF, o prefeito Ari Artuzi chefiava esquema para direcionamento de licitações. Os acordos fechados com as empresas escolhidas ilicitamente rendiam 10% do valor do contrato.

Os valores arrecadados serviam para o pagamento de diversos vereadores de Dourados, para caixa de campanha e compra de bens pessoais do prefeito. As investigações começaram em maio deste ano.

A denúncia partiu do secretário municipal de Governo, o jornalista Eleandro Passaia. Ele gravou vídeos em que vereadores, secretários e empresários recebiam propina em esquema fraudulento de licitações, desmantelado pela Polícia Federal por meio da Operação Uragano.

Só na saúde, segundo Passaia, foram desviados R$ 2 milhões por mês desde que o esquema de fraudes começou. A PF já prendeu 28 pessoas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)