Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

08/06/2017 18:00

Dourado está para os rios como onça para o Pantanal, compara pesquisador

Campo Grande News

 

A preservação do dourado está para os rios assim como a preservação da onça pintada está para o Pantanal. A comparação é do professor universitário e doutor em Ciências Biológicas Thomaz Lipparelli.

Além de ser considerado o troféu da pescaria em águas doces, o dourado é também predador de suma importância para a estabilidade do meio ambiente, conforme o pesquisador. As declarações dele vêm depois de a Assembleia Legislativa reprovar projeto que previa a proibição da pesca da espécie.

“Quanto mais predadores mais estável fica o meio ambiente”, afirma. Lipparelli explica que a presença de predadores regula a oferta de alimentos em um ecossistema. Eles funcionam como selecionadores naturais, matando os indivíduos mais fracos.

“O dourado é um predador de topo da cadeia. É como a onça pintada em relação ao Pantanal”, comparou o biólogo, detalhando que não haveria como existir a mesma fauna pantaneira sem a presença da onça.

Lipparelli informou que não existem estudos sobre o estoque do dourado nos rios brasileiros. Mas há indicadores técnicos da retração da espécie em quantidade e tamanho, segundo o professor.

De modo didático, ele explicou que existem dois tipos de indicadores: o de sobrepesca de recrutamento e o de sobrepesca de crescimento. Isso significa que são capturados menos dourados e esses peixes são, atualmente, menores que há alguns anos. “Isso é visível. Os próprios pescadores comentam. Eles já não pegam esse peixe como antes e quando pescam, são muito menores”, disse.

Para dimensionar essa retração, Lipparelli compara a situação do Brasil com a da Argentina, onde a captura do dourado só é permitida no sistema pesque e solte. “Em Corrientes [norte da Argentina], é possível pescar dourado de 40 quilos. Aqui no Brasil chega, no máximo, a oito quilos”, exemplificou.

O especialista acrescentou que, no Brasil, há leis que proíbem a pesca da espécie em Minas Gerais, Goiás e Amazonas. “Em Mato Grosso, há projeto. Eles esperavam pela aprovação aqui em Mato Grosso do Sul para aprovarem lá também. Estavam confiantes que o projeto que proíbe a pesca do dourado seria aprovado aqui”, disse, lamentando o arquivamento pela Assembleia Legislativa.

Monitoramento – Lipparelli coordena o “Projeto Dourado”, iniciativa, em Mato Grosso do Sul, da Prefeitura de Corumbá. Segundo o pesquisador, o projeto, que também é desenvolvido no rio São Francisco sob sua coordenação, será levado para Minas Gerais.

De acordo com o professor, a proposta é desenvolver estudo de monitoramento da população do peixe dourado em rios brasileiros. Ele não adiantou detalhes, mas informou que o projeto será apresentado nesta sexta-feira (dia 9) em Corumbá. “É algo inédito no País”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)