Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/09/2008 18:12

Douradense morre na França; iria trabalhar no Japão

Bianca Cegati/Campo Grande News

Um douradense de 28 anos morreu, em circunstâncias ainda não esclarecidas, no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, na noite de sábado (30). Ele passou mal dentro de um avião da companhia aérea japonesa All Nippon Airways que ia para o Japão, mas a família afirma que o rapaz saiu de casa em ótimo estado de saúde.

Oscar Kodama, 28 anos, nasceu e foi criado em Dourados, tinha conseguido emprego no Japão por meio de uma agência paranaense e há cinco meses morava em Londrina (PR).

Trajeto - De acordo com o irmão de Oscar, Wagner Kodama, que também vive em Londrina, ele havia saído da cidade na sexta-feira (29) em um avião da TAM, rumo à França, com escala em São Paulo.

Em Paris, já no sábado, Oscar embarcou no vôo da companhia japonesa, mas começou a vomitar pouco antes da decolagem, fazendo com que o comandante cancelasse o procedimento. Fora do avião, de acordo com o Itamaraty, o jovem apresentou melhora e tentou novamente decolar, em outro vôo, com destino ao aeroporto de Narita, em Tóquio.

Ele passou mal mais uma vez, sendo que a companhia aérea considerou seu comportamento inadequado e chamou a polícia para levá-lo. Wagner acredita que o irmão tenha sido interrogado e que só neste momento os policiais perceberam que ele estava realmente debilitado, pois tentaram encaminhá-lo ao Hospital Psiquiátrico Saint-Anne, em Paris, onde chegou morto.

Dificuldades – Oscar não falava inglês, francês e nem japonês, o que pode dificultado qualquer esclarecimento quanto a seu estado de saúde enquanto estava vivo. A princípio, uma jovem que dominava a língua japonesa iria com ele no primeiro vôo que tomou para o Japão, mas em função da crise de vômitos, eles tiveram que se separar.

A família Kodama só foi informada sobre o falecimento de Oscar ao meio-dia de ontem, pelo Itamaraty. Wagner conta que, no entanto, um português que assistiu ao episódio ligou no mesmo momento para o Paraná e informou os parentes do rapaz sobre seu estado de saúde, alegando que ele estavam “tão ruim que não poderia atender o telefone”.
O pai de Oscar entrou em contato com a companhia japonesa em Paris, que não soube relatar nada sobre a ocorrência, assim com a empresa brasileira TAM, de acordo com o irmão.

A família agora suspeita das circunstâncias da morte e aguarda o resultado do exame necroscópico feito por órgão similar ao IML (Instituto Médico Legal) em Paris. O laudo pode levar sete dias para ser concluído.

O corpo de Oscar só chegará ao Brasil em um período de 40 dias e os custos terão de ser pagos pela família. (Com informações do site Dourados News)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)