Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/12/2005 12:25

Dorothy Stang: julgamento deve terminar hoje

Francy Rodrigues e Aloisio Milani - Abr

Belém – O julgamento dos acusados de executar a missonária Dorothy Stang entra hoje (10) no segundo e último dia, justamente quando se comemora o Dia Mundial dos Direitos Humanos. Norte-americana e naturalizada brasileira, a religiosa foi assassinada por tiros à queima-roupa próximo ao Projeto Esperança, no município de Anapu, no Pará. Dos cinco acusados de envolvimento no crime, estão em julgamento Rayfran das Neves Sales e Clodoaldo Carlos Batista, que confessaram o assassinato.

O auditório do Tribunal de Justiça, com capacidade para 100 pessoas, está quase cheio e alguns agricultores do sul do Pará acamparam em frente ao prédio. Eles reivindicam a implantação do Plano de Desenvolvimento Sustentável, que era uma das bandeiras da luta da irmã Dorothhy. O julgamento é acompanhado por movimentos sociais, pela representante especial do Secretário-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) para Defensores dos Direitos Humanos, a paquistanesa Hina Jilani, além do ministro interino da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Mario Mamede.

Para não prolongar o julgamento, a promotoria decidiu não usar os autos e utilizou recursos audiovisuais, como as gravações feitas pela polícia que mostram a reconstituição do crime e as entrevistas feitas com os acusados logo após o assassinato. Ontem (9), a promotoria pediu a punição máxima para os acusados, que é de 30 anos, por homicídio duplamente qualificado – crime de encomenda e sem chance de defesa. Já os advogados de defesa apelam para o crime comum, cuja pena máxima é de sete a dez anos de prisão.

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro Mario Mamede disse que as investigações e o julgamento dos acusados demonstram uma "firme atuação das instituições". "Seja pelo esforço das autoridades locais, seja pela parceira trazida nos momentos mais críticos pela esfera federal, por determinação do presidente", disse. "[O julgamento prova] que em nenhum momento a vingança deve ser o motor de nossas atitudes, mas que a aplicação da Justiça deve ser o motivo que nos leva a construir uma sociedade melhor".

Para o ministro, da mesma maneira que o assassinato causou um grande impacto e gerou uma mobilização nacional, o julgamento tem o mesmo simbolismo. "A aplicação da sentença cabível e a certeza de que a condenação cairá aos executores, intermediários e mandantes inaugura uma nova época no Brasil ao fazer com que as pessoas que se entendem acima da lei e que não evitam o uso da violência percebam que a lógica da impunidade está sendo quebrada", avalia.

O Greenpeace e outras 23 organizações da sociedade civil entregaram, no primeiro dia do julgamento, uma carta endereçada à Comissão de Direitos Humanos da ONU pedindo providências em relação à sistemática violação dos direitos humanos no estado do Pará. O documento foi entregue para a representante especial Hina Jilani. Segundo o documento, desde o assassinato de Dorothy Stang, em fevereiro de 2005, pelo menos outros seis líderes de trabalhadores rurais foram assassinados no Pará, sendo três deles no último mês.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)