Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/09/2014 08:48

Dono de restaurante chinês usava ópio como tempero para fidelizar clientes

Correio do Estado

O dono de um restaurante na cidade de Yan'an, na China, abusou da criatividade para atrair clientes e acabou encrencado com a polícia. Ele usava o ópio como tempero na tentativa de fidelizar os consumidores, segundo a imprensa chinesa. O ingrediente ilícito foi descoberto quando o cliente Liu Juyou, de 26 anos, fez um exame de urina de rotina e teve resultado positivo para o uso de drogas, de acordo com o "Xian Evening News".

O rapaz ficou preso por 15 dias após esse resultado, mas não conseguiu convencer a polícia de que não tinha usado substâncias ilegais. Como ele não usava entorpecentes, desconfiou do restaurante onde tinha feito uma refeição pouco antes de fazer o teste. Com a suspeita, ele pediu que familiares também fossem ao restaurante e, depois de uma refeição no local, fizessem um exame. Os resultados também foram positivos, e eles chamaram a polícia, que começou a investigação, segundo o "South China Morning Post".

O dono do restaurante especializado em macarrão confessou à polícia que comprou dois quilos de botões de papoula, de onde é extraído o ópio. Ele triturou as sementes até que elas virassem um pó, que passou a ser o “ingrediente secreto” dos molhos das massas. O proprietário admitiu que a ideia de usar as sementes de papoula era a de reter a clientela.

Essas sementes costumavam ser usadas em receitas culinárias na China, mas foram proibidas, segundo o "South China Morning Post".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)