Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/03/2009 23:55

Dona da Daslu é condenada a 94 anos e meio de prisão

Elaine Patricia Cruz , ABr

São Paulo - A proprietária da loja Daslu, Eliana Tranchesi, e seu irmão Antonio Carlos Piva de Albuquerque foram condenados pela Justiça Federal de primeira instância, a 94 anos e meio de prisão pelos crimes de fraude em importações, falsidade ideológica e formação de quadrilha. Os irmãos foram presos hoje (26), em São Paulo, pela Polícia Federal, após decretação da sentença pela juíza Maria Isabel do Prado. Eliana Tranchesi foi levada para a Penitenciária Feminina do Carandiru.


De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, na Operação Narciso da Polícia Federal, em 2005, Eliana Tranchesi e seu irmão teriam comandado uma organização criminosa para realizar importações fraudulentas e subfaturadas por meio de quatro importadoras, constituídas, ou não, especialmente para a fraude.

As investigações detectaram provas de seis importações fraudulentas consumadas e três tentadas, praticadas pela quadrilha, cujas penas, conforme a lei, foram determinadas em dobro em virtude de o crime ter sido efetivado por via aérea.

Em entrevista coletiva concedida na tarde de hoje (26), em São Paulo, o procurador Matheus Baraldi Magnani afirmou que a juíza Maria Isabel do Prado considerou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal e condenou os réus a penas severas. “A sentença chegou a essas penas inclusive em razão de um argumento muito forte: eles não precisavam disso”, afirmou

Segundo o procurador, o argumento se baseou na “cobiça” dos condenados e no “gigantesco e bilionário esquema delinqüencial”, montado pela organização criminosa. O prejuízo para os cofres públicos, segundo Magnani, pode chegar a R$ 1 bilhão, sendo R$ 600 milhões na área federal.

Além dos irmãos, também foi preso hoje Celso de Lima, proprietário da importadora Multimport, condenado a 53 anos de cadeia. No mesmo processo, a juíza também condenou André de Moura Beukers, da importadora Kinsberg, a 25 anos de prisão; Christian Pólo, da importadora By Brasil, a 14 anos de prisão; e Roberto Fakhouri Júnior e Rodrigo Nardi, da importadora Todos os Santos, que receberam penas de 14 anos de prisão. Eles estão sendo procurados pela Polícia Federal.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)