Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

13/08/2016 10:20

Dólar cai a R$ 3,18 e busca por viagens internacionais volta a crescer

Campo Grande News

O dólar norte-americano caiu diversas vezes seguidas nas últimas semanas, chegando ao patamar de R$ 3,18 ontem. Para quem já viu a cotação passar dos R$ 4 este ano, aproveitou a baixa para correr e garantir a próxima viagem. Agências de turismo afirmam ter visto a movimento aumentar 10% nos últimos dias.

De acordo com Alessandra Dualibi, gerente da agência Viaje Mais Turismo, com a queda da moeda americana a procura por pacotes de viagens cresceu 10%, se comparado ao mesmo período do ano passado.

"Esse aumento aconteceu principalmente a partir do final de junho deste ano. Se levarmos em consideração que o país está enfrentando uma crise econômica, esses 10% para o setor é com certeza, positivo. Quando o dólar estava cotado a R$ 4, um pacote para Buenos Aires, por pessoa chegava a R$ 2.500".

Segundo a gerente da agência Condor Turismo, Vanessa Mel Ramos, houve uma melhora para o setor com a queda do dólar, porém a procura pelos pacotes ainda se mantêm estável.

"A tendência é melhorar, e com a queda a procura maior é por pacotes para o exterior, como o Caribe e Estados Unidos. Quando o dólar estava a R$ 4, houve uma queda de 30% na procura. Nossa expectativa é que melhore, pois ainda temos a crise econômica".

Para o gerente da casa de câmbio Parcam Câmbio, Dani Bigatão com a queda do dólar a procura pela compra e venda da moeda aumenta, e a queda geralmente ocorre quando há uma elevação na cotação da moeda.

O economista Márcio Coutinho explica que o consumidor precisa identificar qual será o gasto que ele terá. Se ele estiver atrelado ao dólar, precisa analisar antes.

"Se eu for viajar para o exterior, por exemplo, vale a pena comprar o dólar porque o gasto será na mesma moeda e o poder de compra é garantido. Porém se você quer comprar a moeda e for em uma casa de câmbio, é preciso prestar atenção no valor que irá pagar pois ele acaba saindo maior do que divulgado na televisão. Isso ocorre por que existe a cobrança de uma tarifa e por isso é preciso analisar o que o consumidor irá fazer com o dinheiro, se será gasto em dólares ou reais".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Outubro de 2017
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Sábado, 21 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 20 de Outubro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)