Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/08/2011 09:14

DOF revela aumento 1.729% na apreensão de cocaína e mais veículos recuperados

Secom

Campo Grande (MS) - O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) divulgou o balanço das atividades desenvolvidas durante os meses de janeiro a julho de 2011, que apontou uma variação de 1.729% na apreensão de cocaína, comparada com o mesmo período de 2010 quando foi de 58,768 quilos. Valor quase 18 vezes maior. Só no mês de julho, foram apreendidos 42,755 quilos.



O diretor do Departamento de Operações de Fronteira, coronel Joel Martins dos Santos explica o porquê desta variação tão significativa. “Esse aumento se deve ao comprometimento da nossa equipe, mesmo em abordagens de rotina procuramos fiscalizar o máximo e qualquer detalhe é o suficiente para desconfiarmos. Em abril fizemos a apreensão de 900 quilos de cocaína; a principio não tinha nada ilegal, era um carregamento de madeira serrada com destino a São Paulo; a carga tinha nota fiscal, e tanto a documentação do caminhão quanto do motorista estavam corretas, mas percebemos que o motorista não tinha perfil de caminhoneiro. Por causa disso decidimos fiscalizar mais detalhadamente a carga e foi quando encontramos a cocaína”, explica.



A forma que as quadrilhas agem é um dos desafios da corporação, por isso, é fundamental os constantes treinamentos realizados. “As quadrilhas sempre vão procurar inovar, por isso os nossos policiais são bem treinados e capacitados” comenta o coronel. Até agora foram apreendidos quase dez mil quilos de entorpecentes.



Outro entorpecente que também teve um aumento brusco foi o haxixe, que passou de 3.532 bolas em 2010 para 16.114 bolas, uma variação de 356%. Já a pasta base sofreu uma queda de 10%. “O aumento da cocaína e a diminuição da pasta base não significa que está mudando o perfil dos usuários. Mato Grosso do Sul é o corredor do tráfico, mais de 90% das drogas apreendidas no Estado têm outros destinos, como São Paulo, Paraná e Brasília”, afirma o diretor.



Ainda em relação às drogas o DOF retirou do mercado do tráfico 1.594 pedras de crack, mais que o dobro do mesmo período do ano passado. No mesmo comparativo mostra que a maconha teve um crescimento de 14%. Nos sete primeiros meses 7.360 quilos contra 8.380 quilos neste ano. Em relação a nova droga do mercado -“oxi”- houve uma apreensão de um quilo. “Felizmente, só fizemos uma atenção e nada mais que lembre este entorpecente”, diz o coronel Joel.



Aumenta o número de veículos recuperados



Além das apreensões de entorpecentes nas operações também foram recuperados e apreendidos veículos, armas de fogo, cigarros, CD’s, DVD’s entre outros. O levantamento revela que de janeiro a julho de 2011, foram recuperados 25 veículos roubados, quantidade equivalente aos veículos recuperados em todo ano de 2010. Esses automóveis são roubados no Brasil e usados no Paraguai para o tráfico de drogas. “Nas nossas abordagens de rotina sempre procuramos verificar a documentação do carro e do motorista, e percebemos que aumentou o número de veículos saindo do Paraguai com queixas de roubo em outros estados”, explica o coronel Joel.



Foram presas 138 pessoas por tráfico de entorpecentes, sendo que só no mês de julho foram 24 pessoas. Até agora, 52 veículos também já foram apreendidos com drogas; foram cumpridos 25 mandados de prisão; e conduzidos à delegacia 104 pessoas. No total, 467 pessoas foram presas pelo Departamento. Foram apreendidas 22 armas de fogo, 254 veículos e duas bicicletas. O DOF realizou 74 operações, quase o triplo em relação ao mesmo período do ano passado. “Incrementamos o serviço de inteligência e ganhamos reforço policial, mas a nossa forma de trabalhar é a mesma, com o objetivo de reduzir o índice de criminalidade” encerra o diretor do DOF.

Karen Andrielly


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)