Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/03/2004 20:18

Doador pode ter mais dois dias de licença remunerada

Agência Câmara

O empregado poderá ausentar-se do trabalho por três dias ao ano para doação voluntária de sangue, sem prejuízo do salário. É o que determina o Projeto de Lei 3079/04, do deputado Dr. Francisco Gonçalves (PTB-MG), que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Hoje, a CLT garante ao doador apenas um dia ao ano de licença remunerada. O objetivo do projeto é incentivar os trabalhadores a doarem sangue como forma de minimizar a falta de estoques, hoje insuficientes para atender à demanda.
A falta por doação de sangue poderá ocorrer apenas uma vez por cada doze meses de trabalho. O prazo não é contado a partir da última doação, mas a cada doze meses de trabalho, como ocorre em relação às férias, não se considerando o ano civil. O autor esclarece que o projeto diz respeito à falta abonada por doação de sangue, e não à venda de sangue. "Nessa última hipótese, a falta não será abonada, porque apenas na doação é inequívoco o valor social da atitude do trabalhador", explica.

Tramitação
Sujeito à apreciação conclusiva pelas comissões, o projeto foi apensado ao PL 324/1999, da deputada Angela Guadagnin (PT-SP), que permite uma ausência ao serviço a cada seis meses, por motivo de doação de sangue, sem prejuízo salarial.
A matéria está na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, e será apreciado também pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Da Redação/LCP


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)