Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/04/2016 13:00

Do experiente ao leigo, dúvidas que surgem ao declarar imposto de renda

Campo Grande News

Faltando três dias para encerrar o prazo da declaração do Imposto de Renda 2016, ainda há contribuintes que têm dúvidas em relação a documentos e valores de pagamento à Receita Federal.

Este é o caso da agente de serviços de hospital, Aparecida Clementina Caldeira. Ela tem 48 anos mas realiza a declaração apenas há dois, pois diz que nunca entendeu o quê e por quê precisava declarar.

"Eu não entendo nada de declaração e uma vez fui atrás para saber, mas meu salário não atingia o limite exigido, só que ano passado quando tive aumento salarial, fui ao contador e ele fez tudo o que precisava, mas não me explicou os trâmites necessários e até hoje não entendo muito", diz.

Aparecida relata que pagou no ano passado R$ 50 do imposto e mais R$ 60 ao contador. "Assisti pela televisão que os alunos da universidade estão auxiliando e resolvi tentar, porque o dinheiro gasto com contador faz falta. Só que muitos comprovantes de médico que eu precisava trazer deixei em casa pois não sabia que precisava deles", alega completando que este ano, vai pagar R$ 113 reais de imposto de renda.

Dica - A professora e contadora Milene Holanda Nantes, alerta para que os contribuintes guardem os comprovantes de mensalidade escolar, médicos, odontológicos, pois a Receita Federal realiza a dedução sobre estes gastos. "Quando o contribuinte comprova que teve todos esses gastos durante o ano de 2015, o que ele tem que pagar para a receita, diminui", informa.

Porém, anualmente as empresas são obrigadas a disponibilizar um demonstrativo de gastos, ou seja, quanto o contribuinte pagou por aquele serviço durante o ano inteiro.

Experiente - O aposentado José Emídio Costa, 69 sempre realizou a declaração do Imposto de Renda e nunca caiu na malha fina. Ele afirma que continua movimentando a conta bancária e diz que acha importante realizar a declaração.

"Como a minha renda ainda atinge os R$ 28 mil exigidos pela receita, eu continuo declarando e não vejo dificuldade nisso, já que guardo os comprovantes dos meus gastos".

Ainda conforme a professora, idosos com mais de 65 anos só podem ser declarados como dependentes se tiverem recebido, em 2015, rendimentos tributáveis como salário ou pensão, por exemplo ou não-tributáveis como rendimento de poupança de até R$ 22.499,13.

"Se passar desse valor, os próprios idosos precisam realizar declaração de renda, pois se o filho ou alguém quiser declarar por ele, pode cair na malha fina. Não há limite no caso de outros dependentes, como marido, mulher e filhos. mas os rendimentos deles também precisam ser informados".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)