Cassilândia, Segunda-feira, 17 de Junho de 2019

Últimas Notícias

06/01/2015 07:07

Diretor procura homem de porte atlético para viver capitão egípcio em musical

Elverson Cardozo, Campo Grande News

 

Procura-se um cantor/ator, que seja tenor, de porte atlético, com mais de 25 anos ou que aparente idade superior. Quem procura, desesperadamente, é o diretor teatral Fernandes Ferreira de Souza, de Campo Grande.

Ele depende disso, desse “homem ideal”, para levar ao teatro o musical “Aída”, que retrata a paixão de um capitão egípcio por uma escrava núbia. Os ensaios para a montagem, cuja obra original é de Elton John e Tim Rice, sob franquia da Disney, começaram este mês e a estreia está prevista para maio.

Mas, sem esse “tenor de porte atlético”, não tem nada feito. É ele quem vai dar vida ao capitão egípcio, Radamés, e Fernandes quer que tudo saia perfeito. No estória, diz, o personagem está no auge de sua força física e, também, de suas campanhas miliares, derrotando reinos e trazendo escravos para o Egito.

“Daí a exigência da idade e aparência”, explica, ao comentar que o capitão em questão é, ainda, o noivo de Amnéris, uma princesa egípcia, que vai formar um triângulo amoroso com a escrava, Aída.

Em busca do Radamés perfeito, o diretor recorreu ao Facebook. Alguns compartilharam o apelo. Outros, no entanto, fizeram piada com a situação. “Só não faço o teste porque aparento 20 anos”, escreveu um. “Serve atleta de sumô”, questionou o segundo. O último pediu: “defina porte atlético”.

Até agora, porém, nada do tenor aparecer. A vaga continua aberta. Interessados podem se inscrever até o dia 15. Para participar é necessário assistir, no Youtube, o vídeo “Desejamos demais – Aída Brasil”, e gravar um áudio da música executada. Depois, só encaminhar o registro para o e-mail fernadesuems@globo.com

O musical - Fiel à tradição do Teatro Musical, porque mistura teatro, canto e dança, o espetáculo tem duração aproximada de 70 minutos e conta com cinco cantores em cena, além do coro. Os artistas são de Campo Grande e Nova Andradina.

Alguns são acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), mas tem gente da comunidade externa, diz Fernandes. Alunos do curso de Artes Cênicas assinam a produção.

O diretor afirma que escolheu “Aída” porque sempre quis trabalhar com as músicas do Elton John e porque Aída, a personagem, “é uma heroína trágica, de proporções bíblicas, uma intrusa na tradição cristã, onde a maioria dos feitos heróicos estão reservados aos homens”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 16 de Junho de 2019
13:00
Copa América
09:00
Santo do Dia
Sábado, 15 de Junho de 2019
06:07
Cassilândia
00:30
Copa do Mundo de Futebol Feminino
Sexta, 14 de Junho de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)