Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/05/2004 15:48

Dirceu diz que novo mínimo não é o ideal, mas é o que o

Liésio Pereira/ABr

O ministro José Dirceu, chefe da Casa Civil, disse hoje que se sente "em casa e totalmente à vontade" em participar das comemorações do Dia do Trabalho, no evento promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), na Avenida Paulista. "Ajudei a construir o PT e a CUT, faço parte da história da CUT", afirmou.

Para Dirceu, o novo valor do salário mínimo não é o ideal. "Sou totalmente consciente de que o salário mínimo não é aquilo que o país precisa, o que o trabalhador precisa, o que a trabalhadora precisa, mas é o que o país pode fazer porque o salário mínimo está vinculado à Previdência, que tem um déficit de R$ 30 bilhões", explicou.

Segundo o ministro, um salário mínimo de R$ 300, R$ 291 ou US$ 100, "significaria R$ 12 bilhões para o governo. Para manter os investimentos, o governo optou por um aumento de 5% real e um aumento do salário família".

José Dirceu destacou a necessidade de o país crescer. "Vamos ter que insistir e criar condições para o crescimento econômico. Nós estamos aumentando os investimentos, baixando juros, aprovando leis no Congresso e vamos crescer. O país crescendo, nós vamos diminuir o desemprego". Ele acha que já foi feito muito em apenas um ano e meio de governo.

Câmara dos Deputados - Questionado sobre a sucessão na presidência da Câmara dos Deputados, o ministro afirmou que não está no seu projeto político ser candidato. "Eu estou muito bem onde o presidente me colocou, na Casa Civil, nessa nova tarefa de coordenar o governo a pedido do presidente".

Sobre a emenda constitucional que permitirá a reeleição dos atuais presidentes da Câmara e do Senado - deputado João Paulo Cunha e senador José Sarney, respectivamente - Dirceu disse que é uma questão a ser resolvida pelo Congresso. Como parlamentar, ele destacou sua opinião a favor da reeleição. "A questão da eleição para a presidência da Câmara e do Senado é uma questão do Congresso Nacional, se vai aprovar a emenda constitucional ou não. Mas é público e notório que eu sou favorável a essa reeleição do presidente João Paulo e do presidente Sarney, mas é uma questão do Congresso", afirmou.

Segundo Dirceu, caso a emenda não seja aprovada, haverá bons nomes para a sucessão. "A bancada do PT e a base aliada têm nomes na Câmara para a sucessão do presidente João Paulo no caso de não ser aprovada a emenda da reeleição. A minha opinião é que João Paulo deve continuar presidente da Câmara", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)