Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/01/2013 14:45

Dilma deve anunciar “auxílio INSS” e prefeitos de MS comemoram

Campo Grande News/ Fabiano Arruda e Carlos Martins

A presidente Dilma Rousseff (PT) deve apresentar, entre os dias 28 e 30 deste mês, quando se encontra com prefeitos de todo País, em Brasília (DF), medida para auxiliar municípios com dívidas com o INSS.

Segundo informações de reportagem publicada pela Folha de São Paulo nesta terça-feira, a presidente encomendou à área econômica do Governo uma proposta de “encontro de contas” para as cidades devedoras à previdência. A notícia foi comemorada por prefeitos de Mato Grosso do Sul.

O chefe do Executivo de Coxim, Aluizio São José (PSB), afirmou que, da dívida total da Prefeitura, em torno de R$ 14 milhões, R$ 6 milhões são referentes ao INSS.

O prefeito de Naviraí, Léo Matos (PV), diz que a conta do município com a previdência está negativa em R$ 10 milhões. Do orçamento mensal, cerca de R$ 100 mil correspondem ao parcelamento do montante, cujo acordo foi firmado em 30 anos.

Matos ainda revela que, por mês, a Prefeitura paga R$ 600 mil ao INSS. Para ele, a medida a ser anunciada por Dilma pode minimizar os problemas dos municípios e fortalecer as gestões.

O prefeito de Aral Moreira, Edson David (PTB), comentou que a inadimplência com o INSS é de cerca de R$ 400 mil e a parcela do pagamento demanda R$ 5 mil mensais dos cofres municipais, mas, admite que os valores ainda são maiores por conta de novas dívidas.

O atual presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug, comenta que estará no final do mês no encontro com Dilma. Uma das medidas a serem propostas é que o total pago pelas Prefeituras com o INSS não ultrapasse 2% da arrecadação, explicou.

Ainda conforme reportagem da Folha, durante o evento com os prefeitos, a presidente deve apresentar um programa para auxiliar o cumprimento da Lei de Acesso à Informação. Além disso, há a expectativa que o pacote apresentado por Dilma inclua recursos adicionais em diversas áreas, entre elas, o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que pode receber acréscimo de R$ 28 bilhões.

Segundo dados do CNM (Confederação Nacional dos Municípios), as dívidas dos municípios com o INSS é de R$ 22,5 bilhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)