Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/09/2005 09:36

Dilma alerta que punição sem provas é retrocesso

Inara Silva / Campo Grande News

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a ministra da Casa Civil Dilma Rousseff critica tese de “julgamento político que resulte na condenação de inocentes, sem provas" e lembra a condenação que sofreu em 1973 após ter sido torturada pelo regime militar. Substituta do deputado federal José Dirceu (PT-SP) na chefia da Casa Civil, a ministra Dilma Rousseff disse à Folha que uma medida desta seria um retrocesso.
Para a ministra, a cautela vale tanto para seu ex-colega de ministério como qualquer outra pessoa que esteja em investigação pelas CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) no Congresso. As denúncias de corrupção no governo, o escândalo do mensalão, é investigada por duas comissões: a dos Correios e da Compra de Votos.
"Gostaria de saber o conceito de um julgamento político. É aquele em fui condenada em 1973 [pelo regime militar, após ter sido presa e torturada pela Operação Bandeirante]?", questiona a ministra que foi militante da VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária Palmares) na juventude.
Em entrevista à Folha, Dilma criticou a oposição por defender a abertura de um processo de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tese engavetada no momento por PFL e PSDB. Para a ministra, o PT está em crise de crise de crescimento e se perdeu. “Acho que o PT perdeu, num determinado momento dessa experiência, uma autonomia para ser PT, para ser o partido, criticar, ter sua vida própria, ele perdeu sua autonomia”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)