Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/02/2015 08:23

Diesel deve ter 2º alta no ano e Reinaldo promete reduzir ICMS ainda em 2015

Campo Grande News

Resolução do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) desta semana definiu reajuste para o preço do combustível, o que vai impactar em mais R$ 0,11 no preço do óleo diesel. Em resposta ao aumento, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) informou que pretende reduzir a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel até a metade deste ano, já com lei aprovada.

A redução do ICMS é um desejo antigo principalmente do setor de transportes que sofre concorrência direta com outros estados, além de ser promessa de campanha do atual governador. Reinaldo explica que se trata de um ajuste da pauta, devido ao aumento do preço nas distribuidoras. "Houve aumento do diesel e da gasolina e ainda veio do CIDE (Contribuição e Intervenção no Domínio Econômico) que aumentou R$ 0,15 no óleo e R$ 0,22 na gasolina", diz.

O desejo do Setlog/MS (Sindicato das empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS) é reduzir em 5% a alíquota de ICMS do óleo diesel, passando dos atuais 17% para 12%. O presidente Claudio Cavol explica que na situação atual os caminhões passam por MS mas deixam para abastecer em São Paulo, por exemplo, onde o combustível é mais barato.

“Precisamos trabalhar em igualdade de condições de alíquotas no setor de transporte, para que possamos competir no mercado com empresas de outras regiões do país, onde a taxa de ICMS é de 12% a exemplo dos estados de São Paulo e Paraná”, destacou Cláudio Cavol, sobre a importância de não perder espaço para para outras regiões.

Com esse aumento da pauta do ICMS que vai impactar em R$ 0,11 no litro do diesel, o presidente destaca que será preciso fazer ações para tornar o setor mais competitivo. "Além de baixar o imposto, precisamos de um estudo amplo sobre isso", afirma.

Para o secretário de Fazenda Marcio Monteiro, foi apenas um reajuste com os preços da distribuidora, não um novo aumento. "Cada estado com sua pesquisa encaminha ao Confaz, foi só reajuste".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)