Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/10/2009 15:34

Diagnóstico precoce : combate à artritrite reumatoide

Marcos Chagas, Agência Brasil

Brasília - Uma doença que apresenta sintomas iniciais relativamente comuns como a fadiga e dor nas articulações, mas que não tem cura e pode levar à invalidez permanente. Assim é a artrite reumatoide que atinge cerca de 1,5 milhão de brasileiros, a maioria mulheres entre 30 e 50 anos.

Para conscientizar a população da importância de se diagnosticar precocemente a doença, a Sociedade Brasileira de Reumatologia participa do Dia Mundial de Conscientização sobre a Artrite Reumatoide com eventos em sete cidades, inclusive Brasília. É o terceiro ano que o Brasil participa da campanha mundial, que começou na Europa.

Além da fadiga e dor nas articulações, especialmente das mãos, punhos e pés, a enfermidade costuma manifestar-se pelo inchaço permanente nesses locais do corpo e pela chamada rigidez matinal, quando a pessoa tem dificuldade de se mexer ao despertar.

O presidente da Sociedade de Reumatologia do Distrito Federal, Rodrigo Aires Corrêa Lima, explicou que a demora no diagnóstico e tratamento ainda é o maior desafio para o controle da artrite no país. Por isso, a campanha do terceiro ano de realização do evento tem como slogan "Vamos Trabalhar Juntos" – forma de convocar as pessoas a procurarem um especialista ao apresentar os primeiros sintomas.

O médico destacou que os brasileiros levam de dois a cinco anos para consultar um reumatologista, geralmente quando já se manifestam sintomas mais graves como algum tipo de deformidade, só corrigidas por cirurgia. “A prevenção, neste caso, é o diagnóstico precoce. Se atendidos cedo, podemos interromper o processo inflamatório nas articulações e melhorar a vida do paciente com o controle da doença”, afirmou Rodrigo Aires.

O tratamento pode necessitar de medicações de alto custo, entretanto a maioria fornecida gratuitamente pela rede pública. O presidente da Sociedade de Reumatologia do DF acrescentou que a artrite reumatoide pode, em estágios avançados, atingir o coração e o cérebro, a partir do aumento dos índices de colesterol o que torna os pacientes vulneráveis a outras doenças como infarte e acidente vascular cerebral (AVC).











Edição: Talita Cavalcante

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)