Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/08/2007 07:22

Diagnóstico errado de HIV: Estado deve indenizar

TJMT

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso condenou o Estado a indenizar em R$ 20 mil uma mulher que se apresentou voluntariamente para doar sangue no Hemocentro e, após os exames necessários, recebeu a notícia – errada – de que era portadora do vírus HIV. Ela só descobriu que o diagnóstico do Hemocentro estava incorreto após dois meses de sofrimento e tratamento psicológico.



Tanto a doadora de sangue quanto o Estado recorreram da decisão proferida pelo Juízo da 5ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Cuiabá, cujo recurso foi julgado pela Sexta Câmara Cível do TJMT. Na ação inicial de reparação de danos (processo inicial nº 363/2003), o magistrado havia condenado o Estado a pagar R$ 10 mil pelos danos morais e R$ 4,7 mil por danos materiais.



A Sexta Câmara Cível do TJMT proveu parcialmente os recursos. Com essa decisão, o Estado foi condenado a pagar a importância de R$ 180,83 a título de danos materiais e o valor de R$ 20 mil a título de indenização por danos morais. O relator foi o magistrado Marcelo de Souza Barros.



DESESPERO - Diante da notícia de que era portadora do vírus HIV, a doadora de sangue passou por graves crises psicológicas, tendo se submetido a tratamentos psiquiátricos, nos quais se mantinha à base de vários medicamentos. Aproximadamente dois meses depois, realizou novos exames no Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN/MT) e foi constatado resultado negativo para HIV.



Por essa razão, ela entrou com a ação onde pleiteou indenização por danos morais, pelo abalo emocional sofrido com o erro do diagnóstico e danos materiais, pelo que gastou com medicamentos e tratamento.



Já o Estado de Mato Grosso interpôs recurso de apelação para solicitar a improcedência da ação ou a redução dos valores fixados pela sentença do juiz da 5a Vara Especializada de Fazenda Pública.



O juiz Marcelo Barros, relator do recurso que tramitou na Sexta Câmara Cível do TJMT, ressaltou em sua decisão que o Hemocentro é uma entidade pública e, conforme o parágrafo 6º, do art. 37, da Constituição Federal, tem responsabilidade objetiva junto ao próprio Estado, tornando-se responsável também pelos danos causados por seus agentes.



Salientou também que "a divulgação errada de um resultado de exame insere-se dentro da responsabilidade revestida sob a forma de erro de diagnóstico, o que leva a sérias repercussões dentro da órbita jurídica, até mesmo para os fins de indenização da vítima que sofrera com a falta de observância do ente prestador dos serviços".



Assim, o juiz Marcelo Barros considerou que houve negligência do Estado de Mato Grosso, por meio do Hemocentro, ao não promover a contraprova, principalmente diante do resultado positivo. Ele ressaltou ainda que a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) pode trazer graves efeitos, seja no âmbito clínico, porque debilita o sistema de defesa do ser humano, tornando o organismo passível de qualquer doença. E no âmbito moral porque pode decretar a 'morte social', decorrente do preconceito, da incompreensão, do isolamento, levando a vítima perder a esperança de vida.



Em relação aos danos materiais e aos lucros cessantes, o juiz Marcelo Barros deu razão ao Governo, já que a paciente somente comprovou as despesas correspondentes ao valor de R$ 180,83. Não foi comprovada a existência de relação de emprego e rendimentos e por isso não foi considerado o pedido de lucros cessantes, ou seja, o que a pessoa deixou de receber.



Quanto aos danos orais, o valor foi reformado de R$ 10 mil para R$ 20 mil "para compensar o grave calvário experimentado pela apelante, que vivenciou sérios abalos e sofrimentos com a conduta lesiva do Estado de Mato Grosso".

O QUE É HIV - O Vírus da Imunodeficiência Humana (sigla originada do inglês: Human Immunodeficiency Virus) é o causador da AIDS. Ao entrar no organismo humano, ele pode ficar silencioso e incubado por muitos anos. Nesta fase não há sintomas da doença. O período entre a infecção e a manifestação dos primeiros sinais da AIDS depende, principalmente, do estado de saúde da pessoa.

O HIV age no interior das células do sistema imunológico, responsável pela defesa do corpo. Ao entrar na célula, o HIV passa a fazer parte de seu código genético. As células de defesa da pessoa infectada começam a funcionar com menos eficiência e, com o tempo, a habilidade do organismo em combater doenças consideradas comuns diminui.

A produção desses vírus e sua destruição no nosso sistema imunológico podem ser comparadas ao movimento da água que sai de uma torneira em direção ao ralo de uma pia. A quantidade de água que resta na pia é o resultado da guerra que é travada entre o sistema imunológico e os vírus do HIV.

Ter o HIV não é a mesma coisa que ter a AIDS. Há muitas pessoas soropositivas que vivem durante anos sem desenvolver a doença. No entanto, podem transmitir aos outros o vírus que trazem consigo. (Fonte: site do Ministério da Saúde: www.aids.gov.br)




Lídice Lannes

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)