Cassilândia, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

Últimas Notícias

09/06/2006 20:19

Dia trágico na BR-163: 8 mortes em três acidentes

Humberto Marques/Campo Grande News

A tarde do dia 9 de junho de 2006 foi trágica na BR-163, que registrou três acidentes em pontos diferentes, com 8 mortes e pelo menos 35 feridos. Duas das ocorrências começaram no trecho entre Jaraguari e Rio Verde de Mato Grosso (passando por Bandeirantes, São Gabriel do Oeste e Rio Negro), considerado um dos mais críticos de uma das mais importantes estradas federais de Mato Grosso do Sul. Nesses acidentes, foi identificada a presença de bi-trens – não sendo atribuídas as mesmos responsabilidade direta nas ocorrências.

O primeiro acidente se deu por volta das 13h, com o engavetamento entre um automóvel GM Astra (placas DBZ-3037, de Birigui/SP), uma caminhonete Toyota Hilux (placas HSE-8988, de Campo Grande) e o caminhão bi-trem (placas ANN-2865), sendo que os ocupantes destes dois últimos veículos não sofreram ferimentos. Já o motorista e os três passageiros do Astra ficaram presos entre as ferragens. Ramae Watanabe e Takashi Tsosue foram levados para o hospital de Bandeirantes, e, em seguida, encaminhados à Santa Casa de Campo Grande – para onde foi encaminhado outro ocupante do veículo, cuja identidade ainda não foi divulgada. Uma mulher, identificada apenas como “Mariká”, faleceu na ocorrência.

A ocorrência mais grave ocorreu no km 636 da pista (região conhecida como “Matadeira”), onde um ônibus Mercedes Benz, da Viação Medianeira (placas AMG-5914, de Cascavel/PR), se chocou na traseira de um bi-trem Volvo, da Transportadora Carolina (placas IKD-4949, de Rondonópolis/MT, carregado com soja), após este colidir também na parte de trás de um caminhão Volvo, da Expresso Mira (placas JYY-3266, de São Paulo/SP). As informações iniciais indicavam que seis pessoas faleceram no choque. Em nota, a PRF apontou que o motorista do ônibus e três passageiros morreram. Uma outra pessoa veio a óbito após ser socorrida, antes de dar entrada no Hospital Municipal de São Gabriel do Oeste – para onde foram levadas 24 dos 29 feridos.

Tanto a PRF quanto o motorista da Expresso Mira relataram que, durante o incidente, havia muita fumaça na pista, e o tráfego seguia lentamente. Equipes do Corpo de Bombeiros permaneciam no local até às 18h de hoje, e o tráfego era controlado por policiais rodoviários. A direção da Mira, em contato com o Campo Grande News, informou que o seu veículo não teve envolvimento direto com a ocorrência, sofrendo impacto após a colisão do bi-trem e do ônibus.

Cone sul – O terceiro acidente ocorreu no meio da tarde com dois caminhões, entre Itaquiraí e Naviraí, e resultou na morte de dois trabalhadores que trabalharam para a empresa Delta, contratada pelo Dnit (Departamento Nacional de Infra-estrutura em Transporte), que realiza obras naquele trecho da BR-163. Os operários Nelson Xavier e Valdeni Machado estavam na carroceria de um dos caminhões – que tombou após bater na lateral de uma carreta durante uma ultrapassagem – e foram arremessados com outros três trabalhadores, que ficaram feridos. Celso Mendes dos Santos, Wanderley Monteiro Cavalcanti e José João Ortega sofreram ferimentos leves, e foram encaminhados para o Hospital São Francisco, em Itaquiraí.

Acidentes na BR-163, em toda a sua extensão, são freqüentes. A rodovia, que em Mato Grosso do Sul tem início em Mundo Novo e se estende até Sonora, possui na sua região norte (a partir de Campo Grande) o trecho mais preocupante, onde há maior incidência de ocorrências de maior gravidade. Diante dessa realidade, chegou a ser lançado um movimento solicitando a duplicação da via, apontada por usuários como solução para o índice de acidentes. Porém, em ocasiões anteriores, a PRF alertou que a imprudência de motoristas é também uma das principais causas de incidentes – principalmente a alta velocidade e ultrapassagens em locais proibidos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 24 de Janeiro de 2017
Segunda, 23 de Janeiro de 2017
20:53
Loteria
09:00
Maternidade
Domingo, 22 de Janeiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 21 de Janeiro de 2017
20:55
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)