Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/10/2013 09:00

Dia Mundial e Nacional de combate à doença é lembrado neste domingo (20)

Agência do Rádio

 Segundo o Ministério da Saúde, metade das mulheres e 20% dos homens a partir dos 50 anos vão sofrer alguma fratura causada pela osteoporose, doença que enfraquece os ossos. A vendedora Lavínia Guedes, de 54 anos, por exemplo, conta que descobriu que sofria do problema quando começou a sentir fortes dores nos ossos.

"Para andar eu tinha dificuldade um pouco porque eu tinha muita dor nas pernas. Às vezes eu nem ficava em pé muito, de tanto que eu sentia dor nas pernas. Era tanta que era insuportável. Aquela dor, aquele cansaço nas pernas que você não consegue ficar muito tempo em pé. Começa a queimar, sente uma queimação porque é o osso ficando fraco. Depois que eu tomei o remédio eu melhorei. O tratamento é cálcio mesmo. A gente toma um remédio uma vez por semana e outro remédio, também, que é todo dia".

O Dia Mundial e Nacional da Osteoporose é lembrado no dia 20 de outubro. Para combater e prevenir a doença, o SUS oferece cuidados para prevenção e tratamento, como os suplementos de vitamina D e cálcio, além de outros medicamentos . O coordenador geral de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin, destaca o que deve ser feito para evitar a osteoporose.

"Primeiramente uma alimentação baseada e balanceada rica em cálcio láctico, que é o cálcio do leite. Uma atividade muscular regular com carga, uma atividade física regular leve ou moderada e uma melhoria das condições de equilíbrio e visão, para que nesse processo evitar qualquer fratura, qualquer queda, quando o paciente tem essa suscetibilidade pela idade que possa causar um tipo de fratura".

O Dia Mundial da Osteoporose foi lançado no dia 20 de outubro de 1996 pela Sociedade Nacional de Osteoporose do Reino Unido. Desde 1997, tem sido organizado pela Fundação Internacional da Osteoporose. O principal objetivo é conscientizar a população sobre as formas de combate à doença. Todos os anos, instituições ligadas à Fundação Internacional e organismos nacionais, como o Ministério da Saúde, participam da mobilização.

Reportagem, Fábio Ruas

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)